Você é um workaholic? Entenda e saiba identificar

Você é um workaholic? Entenda e saiba identificar

Com toda a certeza você já deve ter conhecido algum workaholic durante sua vida.

Sabe aquelas pessoas que dedicam todo seu tempo ao trabalho e que deixam de lado seus relacionamentos, momentos de lazer e até o cuidado com a saúde?

Semelhantemente sempre falam para quem quiser ouvir que 24 horas é muito pouco para resolver tudo, e que um dia deveria ter o dobro de horas?

Pois é, esse é o tal workaholic.

Em suma, pessoas assim são trabalhadores compulsivos.

Viciados em trabalho.

Além disso , o mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, de forma que as pessoas são motivadas a trabalhar não apenas para conseguir seu sustento, como também para superar as metas que elas mesmas impõe para si.

A saber, isso pode gerar consequências não muito positivas para você:

  1. Estresse
  2. Depressão
  3. Ansiedade
  4. Síndrome de Burnout
  5. Vícios

Ao mesmo tempo, você também se afasta da sua família e seus relacionamentos se tornam cada vez mais superficiais.

Como resultado disso, a saúde de um viciado em trabalho passa a ser no médio e longo prazo cada vez mais afetada.

Para se ter ideia, pessoas chegam até mesmo a ter pensamentos suicidas.

Como identificar se você é um workaholic?

Em primeiro lugar, é importante que você saiba diferenciar se você de fato é um workaholic, ou se é um worklover.

Isto é, você dedica a maior parte do seu dia ao trabalho, mas o faz de forma equilibrada e não custosa?

Você ama o que faz e tem plena consciência de que o seu trabalho não afasta você dos seus relacionamentos e de atividades que faz e se sente bem?

Contudo, se ainda restou alguma dúvida, confira abaixo alguns sinais que talvez você esteja viciado no trabalho.

  1. A fonte de toda sua alegria e de toda sua tristeza está em seu trabalho;
  2. Você sempre coloca sua vida pessoal de lado por causa do seu trabalho;
  3. Seu expediente sempre se estende;
  4. Você tem problemas para dormir;
  5. Está sempre conectado com pessoas do trabalho pelo aparelho celular.

Como melhorar?

Quer você esteja viciado em trabalho, quer não esteja, cair nessa armadilha é uma possibilidade.

Por isso a prevenção é sempre a melhor opção.

Entretanto, se essa já é a sua realidade busque ajuda psicológica e procure gerenciar melhor o seu tempo.

Decerto, você vai precisar aprender a organizar a sua rotina e entender a razão de ter começado a se comportar de forma compulsiva em relação ao trabalho.

Buscar priorizar seu sono, limitar o uso de aparelhos digitais, saber dizer não, também são medidas importantes.

Assim sendo, a palavra de ordem aqui é reeducação.

Para deixar de ser um workaholic e não mais sofrer os efeitos de alguém viciado em trabalho, você deverá se reeducar em seus hábitos e ter constância.

No instagram @alemdafacul, você encontra centenas de dicas sobre os mais variados assuntos.

Caso esteja interessado em se desenvolver com a gente, ficaremos felizes em tê-lo conosco!

Um abraço, e até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *