Valuation: O que é, importância e métodos

Valuation: O que é, importância e métodos

Você sabe o que é o valuation e como precificar uma ação com ele?

Antes de mais nada, é importante que você saiba que valuation é um modelo bastante utilizado atualmente, e que pode ser encontrado através de diferentes formas.

Em princípio, vamos esclarecer que valuation basicamente é o ato de precificar uma empresa, e ele pode ser feito de diversas maneiras, inclusive através de fluxos de caixa da companhia ou com base em múltiplos.

Neste texto, abordaremos principalmente essas duas modalidades de precificação.

Se você tem alguma dúvida sobre o assunto, certamente nós podemos te ajudar.

Valuation por fluxo de caixa descontado

A saber, no primeiro método, para calcular esse preço-alvo, normalmente projetamos os fluxos de caixa futuros da empresa, e os colocamos próximos ao valor presente, ao passo que descontando uma taxa, que basicamente é o custo de capital.

Além disso, esse valor comumente considera o custo da dívida da empresa, assim também como o cost of equity, em que entram variáveis, como a taxa básica de juros, o risco-país e o próprio beta da ação.

Nesse sentido, a soma desses fluxos futuros descontados, representa o quanto a empresa vale, de acordo com as projeções futuras.

Ao passo que você tem esse valor em mãos, é importante subtrair a dívida líquida e, então, você terá o valor da empresa para o acionista de acordo com as suas projeções.

Essa é a precificação pelo método de fluxo de caixa descontado.

Valuation por múltiplos

Em contrapartida, também podemos usar os múltiplos para precificar negócios.

Ao optar por essa modalidade você pode, por exemplo:

  • Usar o preço sobre o lucro
  • Utilizar o valor da empresa sobre o Ebitda

Teoricamente, quanto menor for o valor relativo, mais descontada a empresa estará, e melhor será a oportunidade de compra.

Importância

Diante disso, é importante lembrar que esse parâmetro é sim utilizado na análise fundamentalista para estimar o valor de uma empresa.

Porém, essa é a análise básica que um investidor fundamentalista faz, são possibilidades, diante de outras.

Por conseguinte, a  ideia não é se prender a um número mágico, mas sim desenvolver uma crítica sobre o que pode trazer updates o para todo o negócio.

Ou seja, se a companhia está muito exposta ao dólar, ao PIB, ou outras variáveis, é possível então, ter uma noção de quanto um cenário de estresse poderia afetá-la.

Por fim, é importante destacar que valuation normalmente não tem a ver necessariamente com empresas que tem ações listadas, então uma vez feita a precificação da empresa, você pode consultar qual é o percentual dela que está listado na bolsa, ou quanto dessa companhia está sendo negociado em capital aberto.

Tendo feito isso, terá que dividir esse valor por ação e assim será possível encontrar um valor justo.

Porém, para extrair todas as informações necessárias para avaliar um negócio na prática, é preciso mais do que apenas utilizar esses modelos.

Por outro lado, é necessário estar em constante contato com os gestores, fazendo visitas e entendendo a governança.

Gostou das dicas sobre valuation?

Esteja certo que estamos aqui para o que der e vier.

Até a próxima.

Deixe seu comentário