O uso de dados para entender o consumidor

O uso de dados para entender o consumidor

Sejamos sinceros, às vezes é difícil lidar com a quantidade de anúncios que aparecem enquanto navegamos na internet. Nesse sentido, é fácil pensar em como o uso de dados influencia na experiência de uma empresa com o cliente.

Seja como for, quando passamos a pensar no algoritmo atrás desse sistema, podemos entender como o uso de dados é determinante para o sucesso de empresas na atualidade.

Antes de tudo, saiba que o uso de dados é uma forma de entender melhor o perfil de consumo de potenciais clientes.

Afinal, através dessa ferramenta é possível prever novas tendências.

No entanto, apesar das vantagens no relacionamento com os consumidores, também acaba trazendo consigo algumas desvantagens.

Quer entender como tudo isso funciona?

Continue lendo!

Algoritmos e base de dados

Em primeiro lugar, saiba que seja através do Facebook ou da Amazon, os seus dados sempre estarão sendo coletados na internet.

Afinal, quando entramos com os nossos dados nos cadastros que realizamos, estamos fornecendo para a plataforma informações chaves.

As informações mais buscadas são e-mail, número de telefone e endereço.

Algumas plataformas procuram ir além e coletam o número de vezes que acessamos determinada página, por exemplo.

Essas informações serão utilizadas pela empresa para criar um relacionamento conosco.

Por isso, cada detalhe a mais a seu respeito servirá para um melhor mapeamento do perfil por parte da empresa.

Isso fica ainda mais interessante quando se introduz algoritmos para otimizar a relação do cliente com a empresa e as mídias sociais.

Um exemplo clássico do uso de dados e de algoritmos são os anúncios variados que encontramos ao navegar na internet.

Basta entrarmos uma única vez com as nossas informações e pesquisarmos o produto x.

Saiba que nos próximos dias é só isso que irá aparecer para você.

Na verdade, isso é quase que normal para as empresas.

É um algoritmo que permite a análise e o tratamento dos dados.

Portanto, a primeira razão para utilização da base de dados no mercado de trabalho, e uma das mais importantes, é a determinação do perfil e do comportamento dos usuários.

O uso de dados como ferramenta para potencializar as suas vendas

O fato é que não adianta ter uma lista de dados, se na prática você não faz nada com isso.

Dessa forma, o próximo passo é transformar esses dados em vendas: geração de receita.

Mas como fazer isso?

A saber, conhecendo seus clientes você já possui uma vantagem competitiva, e sabe como atacar de forma assertiva as dores que eles possuem.

O que você deve fazer é seguir o passo a passo abaixo:

  1. Criar uma lista de contatos
  2. Classificação desses contatos
  3. Envio de e-mail para essa base de contatos
  4. Oferta de produtos aos seus contatos através de e-mails

Porém, o pulo do gato está em você criar um relacionamento com as pessoas certas.

Além disso, utilizar o marketing é fundamental.

Através da classificação dos seus contatos, você poderá fazer campanhas de marketing de forma segmentada.

O que isso significa?

Pense, por exemplo, que você é responsável pelas vendas em uma loja varejista de roupa.

Você dispõe de uma lista, com as principais informações dos seus clientes.

Nesse sentido, você deve organizar esses dados, de modo a classificá-los por sexo ou idade, por exemplo.

Assim, você terá uma taxa de conversão muito maior.

Afinal, você estará direcionando os seus clientes para os produtos certos.

As vantagens e as desvantagens

Os benefícios você já está careca de saber.

Mas aqui vão alguns pontos que valem ser destacados.

A base de dados pode te ajudar a prever novas tendências.

Utilizando demográficos e psicográficos, você consegue visualizar determinados padrões e analisar possíveis mudanças no mercado.

Até por isso você deve estar constantemente atualizando a sua base de dados e coletando informações sobre os seus consumidores.

Outra vantagem na utilização de dados está no open banking.

A tendência de compartilhamento de informações entre instituições financeiras, pretende revolucionar o mercado financeiro.

De qualquer maneira, os benefícios estão bastante relacionadas a facilidade de relacionamento criada pela base de dados.

Porém, nem tudo é tão simples assim.

Sabemos que para lidar com informações pessoais devemos ter bastante cuidado.

Uma pelo fato de que estamos lidando com dados de outras pessoas.

E outra pelo fato do vazamento desses dados.

Então, deve-se agir sempre de modo a zelar pela ética.

Seja como for, entenda a importância do uso de dados para o mercado, seja você no papel de consumidor ou no papel de vendedor.

Conte sempre conosco para se desenvolver.

Até logo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *