Transtorno explosivo intermitente e suas implicações

Transtorno explosivo intermitente e suas implicações

O transtorno explosivo intermitente pode prejudicar muito o clima organizacional de uma empresa.

Isso porque o transtorno explosivo intermitente é uma condição psicológica que atua deixando a pessoa que é portadora muito agressiva.

Nesse sentido, é comum conhecer pessoas hostis em todos os setores da vida, no entanto aquelas que possuem o transtorno explosivo intermitente não são capazes de gerenciar muito bem a sua irritação, o que acaba ocasionando episódios de explosão bastante recorrentes.

Certamente ninguém gosta de conviver ao lado daqueles que estão sempre em busca de um confronto.

É desconfortável, cansativo e estressante, você concorda?

Por isso, saber controlar a raiva e respirar fundo é tão importante para manter o clima organizacional da sua empresa harmonioso.

Como funciona o Transtorno Explosivo Intermitente?

Como eu já disse anteriormente, o transtorno explosivo intermitente acontece quando você não consegue controlar seus instintos muito bem.

O que acaba acontecendo, são episódios frequentes em que a raiva surge de forma desproporcional.

Você pode perder o controle das suas ações e isso vai te atrapalhar de diferentes maneiras.

Se você grita outras pessoas, xinga e chega ao ponto de quebrar objetos quando submetido a situações de pressão, fique ligado.

Procure ajuda para entender o que acontece com você, e assim encontrar maneiras de resolver esse problema.

Se não fizer isso, passará a vida sendo visto pelos outros como alguém difícil.

Ademais, provavelmente os sentimentos de vergonha e arrependimento vão fazer parte do seu cotidiano.

A saber, o TEI costuma surgir em pessoas que já possuem outros transtornos: depressão e bipolaridade são exemplos.

Sintomas dessa condição

Eu sei que disse muitas coisas sobre essa condição, mas não acredite que todas as pessoas com pavio curto são acometidas por ela.

A verdade é que para você receber esse diagnóstico precisa responder a uma série de critérios.

Entre eles, inclusive, está a frequência dos ataques de raiva, além da intensidade em que eles aparecem.

Nem tudo é patológico!

Somos todos humanos, e responder agressivamente a uma situação de inconformismo e ira, pode ser mais natural do que se imagina.

Existem algumas manifestações mais amenas e outras mais graves.

Quando você enxerga pessoas destruindo a propriedade dos outros e chega até mesmo a partir para a agressão física frequentemente, fique sabendo que esses são sinais potenciais de que você tem essa condição.

Além disso, as reações quase nunca são justificáveis.

Outros pontos de atenção são os seguintes sintomas:

  • Agressão física e verbal;
  • Tremores pelo corpo;
  • Impulsividade;
  • Descontrole emocional;
  • Impaciência

Dito isso, se você conhece alguém que possui a transtorno explosivo intermitente recomende a terapia como alternativa.

Certamente será mais fácil controlar os impulsos assim. Conte sempre conosco.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *