Trabalho intermitente e suas particularidades

Trabalho intermitente e suas particularidades

Você sabe como funciona o contrato de trabalho intermitente?

Entende como é o mecanismo desse tipo de relacionamento profissional? E o contrato de trabalho intermitente?

Através deste texto eu pretendo te explicar um pouco mais sobre o contrato de trabalho intermitente, que é, por sua vez, um procedimento que acontece quando a prestação de serviço acontece de forma não contínua.

Além disso, nesses cenários, é comum que aconteça alternância de espaços no fornecimento dos serviços, e também de inatividade.

Dessa maneira, os períodos de serviço podem ser determinados em horas, meses e até em dias, seja qual for o tipo de serviço que você irá fazer.

Em suma, esses tipos de serviço eram regulados na modalidade PJ.

O que isso queria dizer?

A saber, antes você deveria trabalhar e depois receberia da empresa que te contratou, mediante uma nota fiscal, ou recibo de pagamento autônomo.

Como é que isso funciona hoje?

De acordo com a Lei Trabalhista em vigor atualmente, no entanto, o relacionamento entre o contratado e a empresa precisa estar de acordo com as regras colocadas pela CLT.

Então, a partir do momento que uma cláusula é descumprida, é necessário ir ao foro trabalhista.

Antes tudo acontecia no foro cível.

Se você for um prestador de serviços, pode estar se perguntando sobre os benefícios de aderir a esse tipo de contrato.

Caso isso esteja acontecendo, continue lendo o texto.

Pontos positivos do trabalho intermitente

Para começar, para trabalhar assim você não precisa ter uma empresa, ou ter uma formação.

Ou seja, menos burocracia.

Em segundo lugar, você tem uma série de direitos previstos pela CLT, mesmo que esteja prestando serviços não contínuos.

Dessa forma, você terá benefícios como décimo terceiro, e até férias.

Todavia, as vantagens não beneficiam apenas o contratado.

Inquestionavelmente, a empresa que consome esse tipo de serviço também ganha.

O ponto que mais chama atenção é que o custo fixo com a remuneração do colaborador pode se tornar um valor variável.

Diante disso, dependendo dos seus interesses, essa pode ser uma relação positiva em que todos os lados ganham.

Mas não se esqueça!

Se você for o prestador de serviço, se esforce para se colocar melhor no mercado e capitalizar mais o seu trabalho.

Como buscar esse tipo de serviço?

Como você pode não trabalhar todos os dias em um mesmo lugar, possivelmente precisará encontrar outros lugares que estejam interessados em contratar seu trabalho.

Além disso, é bem incomum encontrar vagas dessa natureza na internet.

Então me fala, como você vai ser contratado mediante a esse cenário?

O melhor conselho que posso te dar é melhorar seu networking.

Esteja certo que uma boa rede de contatos pode te beneficiar muito, inclusive no momento de conseguir uma boa oportunidade.

Porém não podemos negar que ter um portfólio interessante e indicações positivas é muito importante.

Assim, trabalhe com empenho e priorize entregar serviços de qualidade.

Fazendo isso, as chances de receber boas avaliações são muito maiores.

Por fim, avalie bem se um contrato de trabalho intermitente é o melhor para a sua situação.

Se tiver alguma dúvida sobre o assunto, estaremos sempre por aqui para te auxiliar.

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *