Supply chain management: O que isso significa?

Você já ouviu falar em supply chain management alguma vez na vida?

Embora muitas pessoas não conheçam a funcionalidade do supply chain management, certamente esse processo é muito útil na gestão de serviços de um negócio, até porque qualquer empresa precisa se relacionar com fornecedores.

Assim, para começar nosso papo, que tal estabelecer que o supply chain management é um mecanismo que não compreende apenas administração da questão logística de uma empresa? Por outro lado, esse processo cuida da gerência e administração da jornada que um produto percorre até chegar ao consumidor.

Diante disso, esse processo, comumente conhecido como gestão da cadeia de suprimentos é incontestavelmente  uma tática que pode render bons frutos para empreendedores que queiram obter vantagens competitivas.

Isso porque nesta nova realidade não existe vender produtos por vender.

Todo o processo foi otimizado e integrado.

Assim, todas as áreas de uma empresa trabalham juntas, isto é, no mesmo plano de ação para conferir o melhor resultado possível.

Supply chain management na prática

Agora que você já entendeu o que é esse mecanismo, eu posso te dizer que embora a logística não resuma todo esse processo, ela é uma importante etapa para que o trabalho seja bem-sucedido.

Dessa forma, pode ser que você esteja se perguntando como é possível que a integração logística aconteça.

Só para esclarecer, essa realidade é perfeitamente viável.

Na realidade, é necessária.

Para tanto, basta que aconteça uma boa administração dos múltiplos mecanismos internos.

Sob o mesmo ponto de vista, é fundamental que exista colaboração entre as pessoas envolvidas na cadeia de suprimentos.

Contudo, cuidado para não se confundir.

Logística e supply chain management são duas coisas diferentes.

Ao passo que muitos possuem essa dúvida, resolvi esclarecer algumas das diferenças logo abaixo:

  • A logística está mais relacionada a atividades fins e de apoio;
  • Viabiliza o canal de produtos de onde foram produzidos até onde vão ser consumidos;
  • A gestão da cadeia de suprimentos é mais estratégica. Ou seja, agrega valor ao consumidor.

 Principais atividades

  • Posicionamento, e triagem de fornecedores;
  • Aquisição de matérias-primas e insumos;
  • Criação e produção de mercadorias;
  • Administração da atividade de fornecedores e clientes.

Outras curiosidades

Como você deve ter notado, essas são atividades que denotam bastante complexidade, portanto a integração e cooperação são fatores primordiais para que tudo ocorra como esperado.

Conforme acontece em muitas empresas, às vezes é comum ter um setor destinado a essa função.

A saber, nessas áreas existem colaboradores que trabalham com as compras de insumos e materiais.

Também é comum achar-se pessoas que lidam com o estoque.

Com efeito, esses indivíduos desempenham uma função extremamente importante, pois são nesses grandes depósitos que normalmente os produtos passam por controles de qualidade.

Igualmente, existem as pessoas que trabalham diretamente vendendo as mercadorias, e também aquelas que procuram elevar o número de vendas – o pessoal do marketing.

Você já deve ter ouvido falar que toda empresa tem profissionais da área jurídica, não é? Eles normalmente também fazem parte da equipe, até porque os tipos de relações que acontecem aqui sempre envolvem muitos contratos.

Por fim, o time fecha com colaboradores de TI e RH.

Espero que as dicas sobre supply chain management tenham sido esclarecedoras para você em alguma medida.

Não esquece que estamos aqui para o que der e vier.

Até mais.

Deixe seu comentário