Registrar marcas para proteger a sua empresa legalmente

Registrar marcas para proteger a sua empresa legalmente

Como você deve saber, a marca é um dos patrimônios que uma empresa possui. Quando você vivencia o processo de registrar marcas, precisa se comprometer em cuidar da sua empresa para conseguir obter lucro.

Registrar marcas é um dos procedimentos para começar a construir uma ligação verdadeira entre seus clientes e o seu negócio.

Por isso, proteger legalmente o seu estabelecimento é fundamental, e o primeiro passo para fazer isso é registrar marcas.

Além disso, através desse recurso, sua empresa será identificada e diferenciada no mercado.

Em suma, as marcas são referenciais para você perceber a qualidade de um estabelecimento e dos seus produtos.

Registrar marcas para conseguir proteger o seu negócio

Para começar, é bom que você saiba que registrar empresas é a maneira mais eficiente de proteger o negócio legalmente.

Isso quer dizer que esse procedimento pode impedir que o seu estabelecimento seja copiado.

Ademais, através desse preceito sua marca começa a adquirir espaço diante do mercado.

Você vai precisar buscar o INPI e realizar o seu pedido, para assim dar início a esse processo.

Então o que acontece depois disso é que esse panorama vai ser analisado pelos órgãos responsáveis.

Analogamente a isso, é válido pontuar que tudo é feito com base no regimento de propriedade industrial.

Da mesma maneira, saiba que uma marca registrada vai te garantir o direito de usar o nome escolhido com exclusividade em todo o país.

E como o Brasil integra o grupo de países da Convenção da União de Paris, enquanto marca brasileira você pode estender o uso da logo para mais de 130 Estados.

Não esqueça que se o seu serviço for bastante inovador, e tiver potencial, ao registrar a empresa, você vai conseguir explorar vários benefícios.

Embora existam custos, ao aderir a esse procedimento, você estará fazendo um investimento, já que no futuro tudo isso irá refletir no seu fluxo de caixa.

O que você deve analisar no momento em que optar por isso

O primeiro passo é pesquisar se já existe alguma empresa que registrou o nome que você queria para a sua empresa.

Assim, acesse o INPI e consulte o sistema de busca de marcas.

Não esqueça que a empresa que solicitar o nome primeiro tem prioridade.

Em segundo lugar, defina o departamento do seu negócio.

Depois disso, é hora de estabelecer como você quer apresentar a sua marca.

Por isso, antes de pedir pelo registro, saiba bem qual o tipo de empresa.

Da mesma maneira, lembre-se que também é importante saber a natureza da sua empresa.

Se pergunte, por exemplo, se sua marca representa um produto, uma certificação ou um serviço.

Depois disso pague as taxas necessárias, que são no mínimo duas.

Uma você paga quando faz o pedido, e outra no momento de receber seu registro.

Por fim, chega o momento de acompanhar todo o processo, em que o INPI faz um exame formal da solicitação.

E se existir alguma manifestação, você terá um prazo para se opor a isso.

Fora isso, se não existirem oposições, acontece o deferimento e sua marca é registrada.

Entendeu o que precisa fazer para registrar marcas?

Nos acompanhe para mais dicas!

Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *