Preço de custo – Tipos mais comuns de precificação

Preço de custo - Tipos mais comuns de precificação

Muita gente possui dúvidas na hora de precificar seus produtos. Várias vezes não entendem que existem formas diferentes de colocar preço em algo, o preço de custo é claro exemplo disso.

Você sabe o que é preço de custo? Se sim, conhece as diferenças entre esse conceito e outros desse universo?

Pode ser que você esteja vendendo seus serviços a preço de custo, isto é, por um valor mínimo que te assegura apenas o valor da produção daquele bem.

Se estiver fazendo isso, pode ser que você seja prejudicado mais a frente.

Para começar a entender melhor esse tema, você precisa saber que existem várias variáveis no momento de estabelecer o preço de um objeto.

O mais importante é ser coerente na hora de colocar o preço, para ao mesmo tempo que as pessoas consigam comprar, você também tenha lucro.

Por isso é tão importante conhecer seus custos implícitos e explícitos, dessa maneira vai ter uma boa ideia de quanto precisa cobrar no mínimo para não ter prejuízo.

Preço de custo: Já ficou claro para você?

Conversamos sobre o significado do preço de custo, é verdade.

Provavelmente você já entendeu que esse é o valor mínimo que você precisa cobrar por um produto na hora da venda.

Analogamente a isso, de maneira mais específica, você pode entender esse mecanismo como a soma de tudo que foi desembolsado para que o seu produto estivesse ali, pronto para ser vendido.

Dessa maneira, não esqueça de adicionar o valor que pagou pela aquisição, com a logística, e até mesmo com a tributação.

Nesse sentido, se você quer entender melhor como melhorar os seus lucros, e chegar às suas metas, procure melhorar sua percepção de quanto está gastando para produzir os seus produtos.

Continuando, acho que você já entendeu que preço de venda é algo totalmente diferente de tudo isso que acabamos de conversar sobre.

A saber, preço de venda será igual ao custo tido para produzir o bem em questão, somado com todas as despesas desse processo e a margem de lucro que você espera obter.

Dito isso, como será que podemos precificar nossos custos?

Você tem alguma ideia?

Primeiramente, é necessário que você observe alguns aspectos importantes como o valor gasto com os fornecedores, com a logística e com os impostos.

  • Quanto você vai gastar para comprar a matéria-prima que precisa?
  • Está comprando com fornecedores que apresentam um bom custo benefício?

Já em se falando de logística, quanto será necessário para garantir que o produto esteja impecável nas prateleiras da sua loja?

  • Quanto gasta com mão-de-obra?
  • Deixou um espaço no orçamento para embalagens?

Não esqueça que absolutamente tudo precisa constar na sua lista!

Sem dúvidas, esse é passo fundamental para conseguir determinar o seu preço de custo de forma correta.

Por fim, não esqueça que sempre pode contar conosco para tirar dúvidas.

Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *