Pitch: Como melhorar e aperfeiçoar o seu

Pitch: Como melhorar e aperfeiçoar o seu

Antes de qualquer coisa, você já ouviu falar de pitch alguma vez na vida?

Neste texto, quero te dar algumas dicas rápidas de como montar o seu pitch, que é uma forma de discurso muito utilizada em processos seletivos e entrevistas de emprego.

Em síntese, para começo de conversa, vamos esclarecer que pitch é a descrição cuidadosa da empresa em que você trabalha, função que desempenha, objetivos de vida… que qualquer pessoa deveria entender em um curto intervalo de tempo. E a sua estruturação depende do objetivo e contexto que você irá apresentá-lo.

Entretanto, na maioria dos casos, esse discurso precisa ser claro, conciso e compreensível.

Como fazer o seu pitch pessoal?

Para saber como fazer um bom pitch é necessário em primeiro lugar entender o contexto em que você fará o seu discurso, e qual é o seu objetivo com ele.

Depois de ter isso definido, você pode dividir o seu pitch em três partes principais:

  1. O que você faz da vida: qual é o seu nome, e em que você trabalha.
  2. Como funciona o seu trabalho: a que público ele atende.
  3. Como a sua função agrega valor aos seus clientes: seu trabalho gera resultados?

Pitch em entrevistas de emprego

Nesse cenário, um pitch pessoal tem o principal objetivo de instigar o entrevistador a querer saber mais sobre você.

Sob o mesmo ponto de vista, sua meta precisa ser contar resumidamente as suas experiências, pois o avaliador certamente fará perguntas mais profundas após o término da sua apresentação.

Do mesmo modo, é válido pontuar que para quem escuta você durante uma entrevista, é mais fácil saber quem não escolher do que quem escolher.

Você concorda?

Em outras palavras, normalmente são diversas pessoas concorrendo para a mesma posição, logo, saber quais são os perfis que definitivamente não combinam com a cultura da empresa é uma tarefa mais simples.

Comumente, essa diferenciação acontece, por exemplo, durante dinâmicas em grupo.

Então, caso seja convidado a participar de momentos assim, levante-se, apresente-se, e use bem o tempo que tiver disponível.

Em suma, quando um avaliador escuta o seu pitch pessoal, ele precisa ser cativado por ele.

Cative!

Apesar de parecer clichê, muitas vezes a primeira impressão importa mesmo, e por isso, precisamos nos esforçar para cativar quem estiver ouvindo o nosso discurso.

Abaixo você encontra algumas dicas para ter sucesso nesse ponto, e como consequência, ganhar confiança de quem estiver te escutando:

  1. Seja simples, autoconfiante e claro no que precisa dizer.
  2. Mostre energia ao falar. Cuidado na postura, linguagem corporal, tom de voz, etc, pois além de precisar chamar atenção, você está sendo avaliado.
  3. Pense no que vai falar, lembre-se que o que você disser, precisa ficar na mente do seu ouvinte.

Apesar de todas as dicas, métodos e estratégias, você só vai melhorar a estruturação do seu pitch e aperfeiçoá-lo depois que treinar e praticar muito.

Então comece já, e conte conosco para te ajudar nesse processo.

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *