Pequeno empreendedor – Como se transformar em um

Pequeno empreendedor - Como se transformar em um

Abrir o próprio negócio é normalmente o sonho de muita gente, e isso acontece porque ao fazer isso, assume-se o protagonismo da própria vida. Decerto que são nesses casos que muitas vezes surge o pequeno empreendedor.

A saber, quando alguém decide empreender, claramente possui o objetivo de ter sucesso com o seu negócio, contudo não são todos os empreendedores que têm recursos para fazer grandes investimentos. Dessa forma, muitas vezes é mais prudente iniciar sua trajetória como um pequeno empreendedor.

Pequenos empreendedores são aqueles indivíduos que trabalham para si mesmos, e que acabam recorrendo ao programa do governo federal, MEI, criado para estimular a legalização de pequenos negócios.

Da mesma maneira, esse plano pretende fornecer mais segurança ao empreendedor, assim como algumas facilidades.

Como se tornar um pequeno empreendedor

Em primeiro lugar, esteja certo que esse programa não realiza muitos pedidos para tornar viável o cadastro do seu CNPJ, e até a criação de um, caso você ainda não possua.

É só acessar a plataforma do sistema e disponibilizar alguns dos seus dados, além de pagar um custo para a sua inscrição.

Além disso, se você tiver dúvidas sobre seus direitos e deveres depois do processo de se tornar um microempreendedor individual, tem tudo disponível neste site.

Dificuldades do empreendedor

Imagino que você saiba que enquanto empreendedor, irá enfrentar centenas de desafios todos os dias.

De fato, é realidade que para ser bem-sucedido nesse universo, é essencial ser resiliente e resistir às adversidades.

Contudo, você sabe quais são as dificuldades mais recorrentes aos pequenos empreendedores?

Não? Tudo bem, continue lendo e descubra!

  • Falta de uma renda mensal fixa: é muito recorrente que o microempreendedor tenha insegurança no momento de decidir empreender, justamente em razão da imprevisibilidade dessa profissão.
    Em muitos casos, você pode ter certa estabilidade financeira antes de decidir por isso, e então ficar assustado com a possibilidade de não contar mais com isso.
    Porém, não permita que tal fator te impeça de começar a viver o seu sonho, pois isso melhora, e com o tempo organização financeira, você se sentirá mais seguro.
  • Risco continuado: podem falar o que for, empreender é se expor, e se expor é estar em risco. Nesse sentido, você pode perder dinheiro e se decepcionar com funcionários, mas também pode ter ótimas surpresas.
  • Concorrentes: seu produto pode ficar guardado em um cofre, sempre vão dar um jeito de te copiar, não tem jeito. E perder tempo se preocupando demais com isso é besteira. Foque em fazer o seu melhor, e seus clientes vão se lembrar de você.

O outro lado…

Ainda que existam muitos desafios, tenha certeza que esse caminho também guarda muitas boas surpresas para aqueles que optam por aquele.

Só para ilustrar, como um pequeno empreendedor, você tem ingresso as vantagens da previdência social, e vários processos burocráticos facilitados, além de empréstimos que também acontecem de maneira mais simples.

Mas lembre-se, para que isso aconteça você precisa sempre manter o pagamento da guia DAS em dia.

Espero que o texto te motive a se tornar um pequeno empreendedor, afinal, toda grande jornada precisa começar de algum lugar.

Nós acreditamos em você, estamos aqui para o que precisar, esteja certo disso.

Até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *