Organograma empresarial – Conceito, importância e tipos

Organograma empresarial - Conceito, importância e tipos

Já ouviu falar em organograma empresarial alguma vez na vida?

Apesar do nome soar estranho para determinadas pessoas, acredito que muita gente já utilizou algum organograma empresarial em dados momentos.

Para começar, deixe-me esclarecer que um organograma empresarial nada mais é que uma forma de documentar e até organizar a estrutura da sua organização.

Além disso, esse tipo de estruturação é usada para hierarquizar alguns procedimentos, a fim de otimizar o funcionamento da empresa, uma vez que pode melhorar muito a saúde empresarial do negócio.

Sob o mesmo ponto de vista, esse tipo de recurso também serve para documentar as necessidades da organização, e observar quais os profissionais necessários em cada time, suas habilidades e as atribuições para que o empreendimento possa se desenvolver.

No momento em que você conseguir elaborar um bom organograma para a sua empresa, tenha em mente que precisa obter respostas para algumas perguntas.

  • Como as equipes necessárias precisam ser estruturadas para que a empresa funcione?
  • De que forma os times precisam atuar?
  • Quais as habilidades cada funcionário precisa ter ao desempenhar suas funções?
  • Como seu plano de cargos precisa ser estruturado?

Depois de obter essas respostas, você vai notar que será mais simples entender as metas e objetivos de cada time.

Sem dúvidas, essa prática irá facilitar sua rotina e tornará o acompanhamento dos resultados mais eficiente.

Particularidades sobre o organograma empresarial

Primeiramente, é importante que você siga o pressuposto que a hierarquia precisa existir, bem como uma divisão horizontal do trabalho.

Para começar, vamos falar de hierarquia. Nesse sentido, esse tipo de estrutura está relacionado à categorização de cargos mais elevados, e mais baixos de um time.

Em segundo lugar, ao falar de divisão horizontal, pense nas funções que se localizam no mesmo nível de hierarquia.

As linhas de comunicação, por outro lado, são os canais que conectam as funções definidas no seu organograma.

Já as unidades de trabalho são os setores que expõem cada cargo na estrutura da sua empresa.

Analogamente a isso, você também precisa saber que existem muitos tipos de organogramas que podem ser desenvolvidos na sua empresa.

De maneira geral, sua escolha precisa ser embasada nos seus objetivos.

No entanto, alguns dos tipos mais comuns são os organogramas clássicos, horizontais, circulares, radiais, lineares e matriciais.

Como utilizar organogramas para manter seus funcionários engajados?

Enquanto empreendedor e líder, o que você mais precisa é ter colaboradores trabalhando com vigor, alegria e determinação para chegar nos objetivos que almeja.

Porém, como fazer isso quando as estruturas não são claras, e o funcionário não sabe o que fazer para receber uma promoção, se desenvolver e melhorar suas perspectivas dentro da organização?

Pensando nisso, separei dicas simples mas valiosas para te ajudar nessa missão tão complexa.

Uma boa maneira de começar é expor o organograma da organização no momento em que estiver apresentando a empresa a um novo funcionário.

Assim, ele irá entrar sabendo qual é a estrutura da empresa.

Da mesma forma, também é interessante sinalizar alguma eventual atualização ou mudança na estrutura organizacional.

Dessa maneira todo mundo vai estar por dentro, e ciente das novidades.

Se pudesse te dar uma última sugestão seria a de disponibilizar a documentação necessária para que os seus funcionários entendam como a empresa funciona.

Dessa forma seu colaborador terá livre acesso a informações que podem proporcionar mais autonomia.

Animado para elaborar o seu organograma empresarial?

Conte com a nossa ajuda para estruturar o seu.

Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *