Marketing social: Preocupação ou estratégia de venda?

Marketing social: Preocupação ou estratégia de venda?

O marketing social é um tema bastante polêmico, pois muitos consumidores acreditam ser uma estratégia pensada exclusivamente em vendas.

Entretanto, quando legítimo, o marketing social não tem como principal objetivo o retorno financeiro, mas o impacto social gerado.

Podemos definir o marketing social como o conjunto de ações promovidas por uma organização, buscando incentivar a reflexão das pessoas e gerar mudanças positivas para a sociedade.

Uma empresa, ao gerar empregos e riqueza, seja de forma bem regional, nacional ou até global, já está cumprindo um papel social.

Todavia, algumas organizações querem ir além disso, e buscam por meio de ações, reduzir ou solucionar alguns dos problemas existentes.

Dentre as principais ações, podemos destacar:

  • Fornecimento de alimentos e roupas
  • Combate ao câncer
  • Adoção de animais
  • Tratamento para pessoas com deficiência
  • Responsabilidade ambiental
  • Combate ao trabalho escravo

Muitas são as necessidades do nosso país, e infelizmente as políticas públicas não são suficientes para solucioná-las.

Por isso, a iniciativa privada, mesmo sem qualquer tipo de obrigação, busca auxiliar na solução dessas demandas, a partir de projetos próprios.

É bem provável que você conheça o Criança Esperança, Teleton, McDia Feliz, dentre outras iniciativas de empresas privadas, já consolidadas no Brasil.

Contudo, outras empresas de escala menor, quando comparadas às maiores emissoras do Brasil ou redes como o Mcdonalds, também buscam fazer mais.

Aliás, dentre estas empresas, podemos destacar a Reserva, com o sensacional programa 1P5P.

Esta ação prevê o oferecimento de 5 refeições para cada peça vendida pela Reserva.

Desde 2016, a empresa já doou mais de 50 milhões de refeições a quem tem fome no nosso país.

Por consequência, é provável que haja algum retorno de mídia com essas ações, e consequentemente retorno financeiro para a empresa.

E se você estiver se perguntando se é errado divulgar uma excelente campanha que ajuda a solucionar o problema da fome no Brasil, saiba que não!

A saber, esta e outras ações devem ser incentivadas, para servir de modelo para outras empresas.

Portanto, não deixe de investir nisso.

O marketing social e o novo comportamento do consumidor

Muitas são as mudanças de comportamento dos clientes, e com isso, as empresas precisaram se adaptar.

Os consumidores têm acesso à informação com mais facilidade, e buscam entender quais as iniciativas das empresas além da venda de produtos.

Portanto, as pessoas querem entender sobre ações sociais, igualdade de gênero nas empresas, responsabilidade ambiental, dentre outras questões.

Com isso, o marketing sofreu mudanças e deixou de ser focado apenas no produto ou serviço oferecido.

Atualmente, por meio do marketing, a empresa busca propagar o seu propósito, e dizer ao consumidor quais são os seus valores como marca.

O objetivo é incentivar a mudança, mesmo a partir de pequenas atitudes.

Afinal, talvez você não possa oferecer milhões de refeições como o exemplo da reserva.

Mas é provável que em algum momento você possa oferecer um prato de comida ou mesmo uma cesta básica a quem precisa.

Não falamos de obrigação ou sobre quem deveria cumprir este papel, estamos falando de empatia e conscientização.

E você, gostou de entender um pouco mais sobre marketing social?

Conte sempre com o Além da Facul para se desenvolver.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *