Manutenção Industrial – O que é e como funciona?

Manutenção Industrial - O que é e como funciona?

Você já ouviu o termo “manutenção industrial” alguma vez na vida?

Embora muitas pessoas não conheçam esse conceito, saber o que é manutenção industrial vai te ajudar a minimizar a ocorrência de falhas nos seus produtos.

Isso porque a manutenção industrial é o grupo de tarefas que verificam e procuram garantir uma vida útil mais longa as mercadorias.

Seja a manutenção preventiva, preditiva ou corretiva, uma coisa é certa: todos os tipos de manutenção são importantes no momento de garantir a produtividade de uma manufatura.

De antemão, vale lembrar que esse setor é uma das bases para produzir um chão de fábrica produtivo.

Mas não para por aí, já que ao realizar a manutenção industrial dos seus produtos, você também conseguirá potencializar os investimentos feitos.

Analogamente a isso, o mercado industrial enfrenta um grande obstáculo para conseguir adequar suas condutas às demandas existentes no momento.

Como você deve imaginar, a modernização avança a passos largos em todos os setores da sociedade, e o chão de fábrica não foge a essa regra.

Dessa maneira, se você quer potencializar a sua capacidade de produção, ao passo que reduz seus erros, e aumenta seus ganhos, torne a tecnologia mais presente nos seus processos produtivos imediatamente.

Mas não esqueça que os aparatos tecnológicos também precisam ser associados às práticas de manutenção.

Nesse sentido, será mais difícil passar por situações críticas no seu negócio, como ausência de maquinário para continuar produzindo.

Em síntese, você não pode deixar isso de lado.

Lembre-se que essa parte é fundamental para elaborar um bom planejamento.

Conceito de manutenção industrial

No início do texto, te apresentei superficialmente como esse setor funciona no interior das empresas.

Se pudesse acrescentar algo, também te diria que o principal objetivo desse conjunto de ações estratégicas é garantir que os equipamentos existentes estejam íntegros ao final de vários processos.

Ou seja, a maior meta é reduzir falhas operacionais conhecidas por causar paradas, e prejudicar a produção.

Certamente você deve ter associado essas práticas ao que precisa acontecer em fábricas e ambientes em que produtos são formados.

No entanto, descobrir como aplicar esse conceito no seu ambiente de trabalho, pode tornar suas atividades mais produtivas, e seus resultados mais eficazes.

Como assim?

Em suma, essas ações não previnem apenas os riscos, mas também procuram apoiar os objetivos do negócio.

Isto é, o propósito também é potencializar a capacidade produtiva.

Como você pode fazer, ou começar a fazer esse tipo de manutenção?

Primeiramente você deve saber quais são as necessidades existentes na sua linha de produção.

Dessa forma, não espere algo quebrar para realizar reparos.

Esteja sempre atento às manutenções que precisam ser feitas, principalmente em nível de prevenção.

Assim irá economizar tempo e recursos colocando em ordem o que já está completamente desajustado.

Falando nisso, também é importante diferenciar os tipos de manutenção que podem ser feitos em uma empresa.

  • Preventiva: serve para prevenir erros, e acontece quando existem análises no maquinário para encontrar sinais de desgaste.
  • Preditiva: esse tipo acontece a partir de percepções técnicas identificadas pelo operador que usa certo maquinário.
  • Corretiva: serve para corrigir uma falha que já existe.

Gostou de saber mais a respeito da manutenção industrial?

Conte conosco para continuar melhorando.

Até mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *