Landing page – O que saber antes de criar a sua

Antes de tudo, você sabe o que é uma landing page?

Eventualmente já ouviu alguém falar sobre a importância de divulgar uma landing page para gerar mais conversão, e consequentemente um número mais alto de vendas?

Inesperadamente acha a temática um pouco complicada? Tudo bem… Para começar a descomplicar o assunto, vamos esclarecer que uma landing page é a página em que o um possível cliente chega no seu site. Contudo, no marketing digital, você também pode chamar assim as páginas que são totalmente centradas em conversão, ou em vendas.

Dessa forma, é bastante comum encontrar o preenchimento de um formulário, e até uma solicitação de conversa com um consultor nesses espaços.

Por isso, geralmente não possuem os mecanismos gerais de sites comuns, tais como menus de navegação e anúncios, por exemplo.

Visto que nesses modelos, você pode converter ou não o seu usuário, as taxas de conversão acabam sendo superiores do que em páginas comuns de sites.

Em geral, essas páginas que convertem têm 4 elementos básicos, que são:

  • Título e subtítulo
  • Imagem de destaque
  • Descrição da oferta
  • Formulário de conversão

Formando uma landing page

O título e o subtítulo são muito importantes para chamar a atenção do seu usuário, e convencê-lo a comprar o seu serviço ou pelo menos dar uma atenção para outros elementos da página.

Então, você precisa estar atento a isso.

De maneira idêntica, é  importante que você levante várias ideias de título.

Nesse sentido, não se limite apenas a reproduzir os da sua oferta, combinado?

Já no subtítulo, por outro lado, você pode descrever um pouco mais a sua oferta.

Outro fator importante que afeta nas conversões da sua página, é o uso de imagens.

Em resumo, você pode utilizar alguma que represente a sua oferta.

Lembre-se, entretanto, de escolher uma imagem com  boa definição e também de compactá-la.

Assim, o tempo de carregamento da página não vai ser duramente influenciado.

Importância do título

Falei anteriormente que o título era muito importante, certo?

Bem, você precisa ter isso bastante claro.

Só para exemplificar, existe uma porcentagem alta de pessoas que ler apenas o título de uma landing page.

E aqui quero que fique explicado o seguinte: a  descrição da oferta não é menos importante do que o seu título.

O que acontece é que quando você estiver escrevendo essa parte da sua página, precisa ter em mente que é ali também que precisa convencer o seu usuário de que sua oferta tem valor e faz sentido para ele.

Resumindo: você vai vender a sua oferta, tirar as dúvidas mais comuns e alinhar expectativas com o visitante na sua página de captura.

Por fim, você tem duas alternativas para fazer as suas páginas estáticas.

Ou você tem uma ferramenta, ou algum programador pode desenvolvê-la para você.

Depois de criar a sua página de conversão, é hora de divulgar, e boas alternativas são links internos, redes sociais e o tráfego pago.

Lembrando que essas são só algumas alternativas de divulgação…

Existem muitas outras disponíveis, mas que vão ficar para outro texto.

Gostou das dicas iniciais sobre o que é uma landing page? Espero que sim.

Estamos sempre juntos. Não esqueça que pode contar com todos nós.

Até a próxima.

Alvaro Schocair

Álvaro possui vasta experiência em negócios e mercado financeiro, já tendo participado de 4 IPOs. É fundador da Quebec Impact Assets e da Link School of Business, onde atua também como professor, e sócio do Além da Facul.

Deixe seu comentário