Jornada do cliente e sua importância para os negócios

Jornada do cliente e sua importância para os negócios

Se eu te questionar sobre a jornada do cliente no seu negócio, você saberia me descrever de forma detalhada?

Saiba que a jornada do cliente é de extrema importância para a tomada de decisões estratégicas, e você deveria dar a devida atenção a ela.

A jornada do cliente é a trilha percorrida pelo consumidor, considerando todas as interações com a empresa, desde o primeiro contato, até o pós-venda.

Geralmente, as etapas mapeadas incluem os estágios do aprendizado, identificação do problema, da busca por uma solução e, por fim, a decisão de compra.

Em todo o percurso, você deve sempre considerar a perspectiva do cliente.

Ademais, você deve compreender que a jornada pode ocorrer em ambientes físicos e digitais, frequentemente em ambos.

Por exemplo, você deve imaginar que no ambiente físico, o primeiro contato seja na chegada à loja, certo?

Nem sempre.

Muitos consumidores, antes mesmo da primeira visita, realizam buscas em sites e redes sociais.

Portanto, neste momento, a trilha do seu consumidor já começou a ser percorrida.

Imagine que este mesmo consumidor, ao visitar o seu site, encontrou um ambiente virtual desorganizado, pouco intuitivo, lento e sem as informações que ele buscava.

Talvez ele tenha desistido de adquirir seu produto ou serviço, e você sequer saberá disso.

Você já entendeu o que é a jornada do cliente conceito, mas quer colocar a mão na massa?

É claro que o ADF não vai deixar de te dar algumas dicas práticas de planejamento e execução.

  1.  Para começar, você deve mapear as etapas onde ocorrem as interações com o seu cliente.
  2.  Uma vez identificadas, analise cada contato e pense em soluções que possam melhorar a experiência do consumidor. Nesta fase, o brainstorming é uma excelente técnica.
  3. Desenvolva suas estratégias de marketing com base no comportamento do seu cliente.
  4.  Não negligencie o pós-venda. Tenha em mente que as interações não terminam com o fechamento da venda.
  5.  Procure disponibilizar conteúdos educativos ao seu consumidor. Muitas vezes, ele sequer sabe que tem um problema, e que você pode oferecer a solução.

Além das dicas citadas, é de extrema importância que você entenda que o processo de tomada de decisão do consumidor muda constantemente.

Como assim?

Há muitos anos, o cliente ia diretamente à uma loja, informava sua necessidade ao vendedor, e provavelmente iria comprar o que fosse recomendado.

Atualmente, o cliente tem acesso à diversas informações técnicas, avaliações de consumidores e influenciadores.

Além disso, é comum comparar o preço em diversos concorrentes, tudo isso em poucos minutos e alguns toques no smartphone.

A partir deste entendimento e das informações obtidas com o mapeamento, você consegue não só oferecer a solução ao seu cliente, bem como fidelizá-lo.

Afinal, este é o objetivo de qualquer negócio.

É possível que você tenha identificado alguma similaridade com o funil de vendas, não é mesmo?

De fato, há pontos em comum, mas o funil de vendas está diretamente ligado aos processos da empresa, ou seja, sob uma ótica interna.

Em contrapartida, a jornada sempre considera a perspectiva do consumidor, lembra?

Essa pequena diferença é o suficiente para mudar sua percepção e agregar cada vez mais valor.

Além disso, as duas estratégias podem ser complementares, e não excludentes.

Esperamos que nossas dicas sobre a jornada do cliente tenham te ajudado.

Conte sempre conosco no seu processo de desenvolvimento.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *