IPO – Conceito, importância e benefícios

Você sabe o que significa IPO? Entende como isso funciona, ou sabe se vale a pena investir em um? Esses são alguns dos questionamentos mais corriqueiros sobre o tema.

A saber, IPO significa Initial Public Offering, e é um momento muito importante para um empresa.

Em síntese, IPO é o momento inicial do mercado financeiro em que uma empresa passa a ser listada na bolsa, e tem ações disponíveis para compra.

Diante disso, quais os benefícios e prejuízos para um negócio que deseja abrir seu capital? E para o investidor, será que é uma boa ideia investir?

Confira no texto abaixo!

IPO

Grandes empresas têm diversas formas de arrecadar dinheiro, não é?

Isso não é nenhuma novidade.

A fim de fazer investimentos, expandir e até pagar dívidas elas podem:

  1. Recorrer a bancos
  2. Emitir títulos da sua dívida
  3. Ofertar suas ações no mercado acionário

Financiamentos bancários podem ser bem caros para pessoas físicas, já pensou em quanto em média isso custa para grandes empresas que precisam de investimentos gigantes?

Pois é…

É por isso que muitos negócios acabam recorrendo ao mercado acionário.

A saber, quando elas estreiam no mercado de ações é quando acontece o IPO, e esse é um momento muito aguardado pelas empresas.

Você imagina a razão?

Bem, é quando isso acontece que o negócio deixa de pertencer a um grupo limitado de pessoas, e passa a ser de uma sociedade anônima, ou seja, uma empresa com ações listadas na bolsa de valores.

Você, inclusive, pode participar disso e se tornar sócio de alguma dessas empresas.

Para que isso seja possível, basta estar atento aos períodos de reserva, que é justamente o intervalo de tempo em que os investidores  precisam demonstrar interesse na ação.

Na realidade, esse é um processo muito simples.

Vantagens e desvantagens para a empresa

Existem algumas vantagens, mas vou listar três principais abaixo:

  1. Acesso ao capital
  2. Possibilidade dos sócios mais antigos ganharem liquidez
  3. Elas conseguem atrair vários profissionais

Mas nem tudo são mil maravilhas, e o processo também tem as suas dificuldades.

Não só enfrentamos a barreira da burocracia, como também o dilema do preço, que é elevado no Brasil.

Particularidades

Uma particularidade do processo de oferta pública inicial, é que antes de negociar na bolsa, todas as instituições financeiras, incluindo corretoras e bancos de investimentos que vão integrar a ação, reúnem-se e comunicam aos seus clientes.

Diante disso, os clientes informam se desejam se tornar sócios da empresa, e fazem suas respectivas reservas.

Nesse momento, uma proposta inicial é feita de quanto dinheiro deseja-se colocar na empresa.

Depois, seguem-se os dias de negociação.

Em conclusão, para resumir, no IPO as empresas colocam suas ações no mercado e recebem dinheiro. Depois disso, os investidores passam a negociar esses ativos com outros investidores, não mais com a empresa.

Não esqueça que sempre pode contar com toda nossa equipe para caminhar rumo ao seu desenvolvimento.

Até a próxima.

Tiago Reis

Tiago é o analista de investimentos com a maior influência do Brasil. Possui grande experiência em finanças, autor de diversos best-sellers e é referência no combate às pirâmides financeiras com a Operação Faraó. É fundador da Suno Research e sócio do Além da Facul.

Deixe seu comentário