O intraempreendedorismo para desenvolver seu negócio

Nesse texto vamos falar sobre intraempreendedorismo, uma tática muito importante.

Você está familiarizado com o termo?

O intraempreendedor é um tipo de empreendedor que se empenha em desenvolver um negócio que ele não fundou.

A saber, se você tem uma postura de empreendedor no seu local de trabalho, isto é, se procura inovar, criar novos projetos e ser proativo dentro do negócio, é possível que você esteja desenvolvendo uma visão intraempreendedora.

Inegavelmente isso é ótimo, principalmente se a organização em que você trabalha procura por inovação.

Nesses casos, certamente você irá se destacar.

Primordialmente, o  intraempreendedorismo está relacionado aos graus de contentamento do seu funcionário.

Analogamente a isso, é razoável afirmar que as condições para que essa flexão do empreendedorismo sejam bem-sucedidas dependem de alguns fatores.

  • Personalidade de seus funcionários;
  • Cultura organizacional do seu negócio;
  • Liderança.

A fim de não desperdiçar talentos e oportunidades, é essencial que líderes estejam atentos a pessoas que buscam fazer mais.

Aquelas que tem sede por projetos maiores e sempre aparecem com novas propostas e desafios, sabe?

Você já conheceu alguém assim?

Quero ser um intraempreendedor, por onde começar?

Antes de tudo é super importante que você tenha certeza da sua decisão.

Ao passo que reflete sobre isso, pense se na empresa em que você trabalha existe espaço para esse tipo de iniciativa.

Assim também como nas ações que você poderia desempenhar para tornar seu plano possível, e se tornar um intraempreendedor.

Analise os pontos positivos e negativos dessa decisão.

Por exemplo:

Você poderia contar com a estrutura da empresa e com certa segurança para realizar projetos, todavia, por não ser o dono do negócio, sua autonomia seria limitada para tomar certas decisões.

Intraempreendedorismo na prática

A fim de ajudar você a aplicar o intraempreendedorismo na sua empresa, listamos abaixo algumas dicas valiosas.

  1. Pesquise entre seus funcionários o quanto eles se sentem responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento do negócio.
  2. Busque colaboradores que possuam um perfil intraempreendedor e promova encontros para que esse tema seja debatido e levantado.
  3. Viabilize meios de comunicação com todo time, e os estimule a propor soluções para os problemas encontrados por vocês.
  4. Invista em transparência e diálogo. Apresente dados, métricas e os resultados que comprovem os benefícios de implementar uma cultura de intraempreendedorismo na empresa.
  5. Estipule metas realistas, forneça feedbacks e meios de alcançar os resultados que você espera.
  6. Delegue funções e estimule em seus colaboradores a autorreflexão, de forma que eles estejam sempre analisando a si próprios e buscando melhorar.

Diferenciais para ser um intraempreendedor

Logo depois de ler tudo isso, tenho certeza que ficou claro que não é simples empreender nesse ramo, assim como em nenhum outro.

Mas ninguém nunca disse que seria fácil, não é?

Nesse sentido, diante de tantos desafios, pessoas que forem criativas, estratégicas, determinadas e práticas, são boas candidatas a serem ótimas intraempreendedoras.

Apesar disso, não esqueça que tudo pode ser aprendido nessa vida.

Inclusive as atribuições para o intraempreendedorismo.

Conte com toda a nossa equipe para te ajudar nesse processo.

Até mais.

Ricardo Basaglia

Basaglia é mestre pela Yale – Behavioral Science of Management e Diretor Geral da Michael Page Brasil, podendo ser considerado o maior headhunter do país. Especialista em carreira e liderança, é sócio do Além da Facul.

Deixe seu comentário