Greenpeople: os lugares em que a paixão e o inconformismo podem te fazer chegar

A Bianca Laufer, fundadora da Greenpeople –  uma empresa especializada em produtos saudáveis – conversou com o Bernardinho no MBA Fora de Hora. A marca começou vendendo sucos prensados a frio, e hoje é referência no ramo de alimentação saudável. Neste artigo você encontra os principais pontos da conversa dessas feras.

Se quiser conferir o vídeo, é só clicar aqui.

Créditos: Pequenas empresas & Grandes negócios / Globo.com

A Bianca é formada em economia pela PUC-Rio, e também integrou o time do J.P. Morgan, em Nova York. Teve anorexia, e a sua luta contra a doença, hoje superada, contribuiu para o aumento do interesse da empresária em encontrar alternativas saudáveis e nutritivas para compor a alimentação da sua família, sobretudo dos seus filhos.

Nesse meio tempo, tornou-se terapeuta de saúde e fez um curso sobre os superalimentos. Quando estava no Hawaí, conheceu a técnica do suco prensado a frio e nesse momento teve o que o Steve Blank chama de “chamado” ou o que o Vabo aqui do ADF, denomina “coceira empreendedora”.

Ela não dominava conceitos de estratégia, nem de jogadas de mercado, apenas teve uma intuição e uma vontade muito grande de abrir um negócio daquele tipo no Rio de Janeiro.

A Greenpeople:

A Greenpeople é uma marca de produtos saudáveis que começou com sucos prensados a frio e nasceu em 2014. Hoje ela entrega muito mais do que ela se propôs. A Bianca define o negócio como um life style.

Créditos: Greenpeople

Tem características próprias: mantêm as propriedades dos alimentos e preza, sobretudo, pela densidade dos nutrientes, não por calorias vazias.

A empresa foi iniciada na cozinha da Bianca, que contou com seu Networking – composto por seus amigos e família- para vender a mercadoria.  Não existiam receitas prontas, nem experiência, apenas muita paixão e vontade que o negócio funcionasse.

A importância da inovação:

A liberdade é outro valor presente na Greenpeople. Segundo Bianca, a marca é livre, e isso é evidenciado até pela logo dos produtos: a percepção da imagem muda de pessoa para pessoa.

De acordo com a empresária, você pode ser o que você quiser ser. Certamente essa concepção é primordial para qualquer empreendedor.

A habilidade de inovar diante de tantas dificuldades como as que se encontra no cenário brasileiro, demanda que o empreendedor se reinvente, e produza novas oportunidades e soluções mesmo diante das crises.

Para Bianca, apenas uma ideia não é suficiente. O que diferencia uma pessoa bem-sucedida de uma que esteja estagnada, é a proporção de execução das ideias que ela tem. Portanto, comece! Ainda que as condições não sejam ideais.

Qual a importância de escolher bons sócios?

Ter um sócio em seu negócio pode ser benéfico por muitas razões, além de dividir as angústias e frustrações do dia a dia, eles também podem ajudar com capital e com experiência.

Contudo, essa não é uma tarefa fácil, e escolher errado pode te ocasionar muitos problemas.

Nesse sentido, é importante que você e os seus sócios tenham habilidades complementares. Ninguém no universo domina todos os assuntos, não é? Então, encontrar alguém que seja melhor que você em determinado ponto é uma atitude inteligente.

Também é interessante que vocês tenham os mesmos objetivos e princípios, afinal de contas, muitas decisões importantes vão ter que ser tomadas rotineiramente.

No caso da Bianca, encontrar sócios complementares foi o ponto chave para alavancar o seu negócio a lugares ainda mais altos. Através das parcerias certas, ela conseguiu capital para importar tecnologia.

Atualmente a Greenpeople tem a participação do Luciano Huck, da família Gouvêa Vieira (Eduardo e as filhas, Teresa e Lucilia), do Oskar e da Nazaré Metsavaht.

Créditos: DELOOX

Para Bianca ser líder é sempre buscar ser melhor, é ser exemplo, é nunca estar satisfeito: é SEMPRE entregar o melhor.

E você? Já parou para se perguntar que tipo de líder você é? Gostaria de desenvolver esta habilidade e chegar a lugares que nunca imaginou chegar?

Existe uma ótima forma de começar: clique aqui para saber mais!

Por Nathália Morais

Deixe seu comentário