Gestão de pessoas: significado e aplicação nas empresas

Para começar, você sabe o que significa gestão de pessoas?

Todo mundo imagina que é uma profissão, e que tem a ver com administração, certo?

Pois bem, nesse texto, vamos te contar tudo sobre essa função, inclusive sua aplicação prática.

Sabemos que você vai gostar!

Em primeiro lugar, vamos esclarecer um fato, gestão de pessoas é sim uma função do ramo da administração, entretanto a sua importância não se resume meramente a isso.

Falamos isso, porque ela permite o trabalho de pessoas em equipe por alguma razão específica, como o sucesso de uma empresa.

Da mesma forma, ser um gestor de pessoas é ser responsável por pessoas, ou pelos colaboradores de um negócio.

Assim, esse profissional, dentre outras coisas, deve criar as condições para que as pessoas trabalhem com excelência e felizes.

Além disso, ele também desenha a estrutura do trabalho e seleciona indivíduos certos para exercer cada cargo e função.

Por outro lado, um administrador também deve estimular um cronograma de prioridades.

Assim como aqui no ADF, em todas as empresas em que existem pessoas trabalhando, como lojas, clínicas e padarias, é necessário gerenciar bem os colaboradores.

Em outras palavras, é essencial ter funcionários com funções específicas para ajudar você a atingir os seus objetivos.

Frequentemente você precisará tomar decisões em relação a como proceder ou sobre o que deve ser feito.

  • Como eu encontro pessoas capacitadas no mercado?
  • Quanto devo pagar a essas pessoas?
  • Como devo monitorar e avaliar o desempenho delas?

Entretanto, as respostas para todas as perguntas vão depender da gestão de pessoas e da maneira que o gestor escolhe realizar tal mecanismo.

Inicialmente, falando mais abertamente, tudo isso tem a ver com os procedimentos que englobam a gestão.

Desenho de cargos na gestão de pessoas

Conforme tratamos anteriormente, esse é um dos procedimentos da gestão de pessoas, na verdade o primeiro.

Basicamente, é a forma que você irá decidir que funções são necessárias na organização.

Ao passo que considera os objetivos da sua empresa, você deve definir os pré-requisitos necessários para alguém se tornar um colaborador e ocupar as funções que vão existir.

Carreiras

Sob o mesmo ponto de vista, você precisa se preocupar em criar um plano de carreiras, ou a possibilidade do seu funcionário se desenvolver.

Isso deve acontecer através da aprendizagem, do mérito e do trabalho.

Nesse sentido, é interessante que esse plano tenha uma conexão com o desenho de cargos, e com a progressão do colaborador no interior da empresa.

Recrutamento e Seleção

Antes de mais nada, saiba que esses dois processos são diferentes.
Assim, depois de buscar os colaboradores e selecionar os mais aptos para trabalhar ao seu lado, é hora de dar o próximo passo.

Esteja ciente que uma boa gestão de pessoas engloba uma série de outros processos.

Em outras palavras, você precisa recepcionar os colaboradores contratados, treiná-los, fornecer feedbacks, e continuar investindo em seu desenvolvimento.

Diante do exposto, sabemos que é um grande desafio liderar pessoas,

E ser um bom gestor de pessoas, todavia, nunca é tarde para dar o primeiro passo.

Saiba que estamos aqui para te ajudar nessa jornada!

Nos acesse no instagram @alemdafacul, e se quiser aprender mais com a gente ficaremos felizes em te ajudar.

Grande abraço!

Luis Vabo Jr.

Vabo é especialista em People Skills, OPM pela Harvard Business School e mestre pelo COPPEAD/UFRJ, com extensão na EM Lyon Business School. Vendeu sua primeira startup antes dos 30 anos para o grupo B2W Digital e foi diretor da Stone Pagamentos. É CEO do Além da Facul, professor da Link School of Business e Empreendedor Endeavor.

Deixe seu comentário