Ferramentas de qualidade: Quais são as principais?

Ferramentas de qualidade: Quais são as principais?

Conhecer as ferramentas de qualidade deveria ser obrigatório para os empreendedores.

Afinal, através das ferramentas da qualidade, você irá avaliar os diferenciais positivos e negativos da sua empresa. Além disso, ao se utilizar desses indicadores, também pode notar uma significativa redução nos custos na realização dos seus processos.

Analogamente a isso, é legal saber que, no geral, as empresas usam sete ferramentas de qualidade para aperfeiçoar suas estratégias: o histograma; a carta de controle; o diagrama de Pareto, de Ishikawa e de dispersão; o fluxograma de processos, e por fim, a folha de verificação.

Importante pontuar que você pode usar tanto uma dessas ferramentas, como todas.

Só não esqueça de fazer um estudo aprofundado, analisando as necessidades do seu negócio para não acabar perdendo tempo com algo que não funciona.

Em suma, faça uma análise prévia, e aposte em um modelo que faça sentido para a empresa.

De antemão, comece procurando entender os fatos.

Ou seja, ao começar a analisar o problema, defina alguma lógica para administrar e controlar a situação.

Depois disso é só executar alguma ação prática.

Sob o mesmo ponto de vista, procure fortalecer o uso dessas ferramentas.

Faça isso através da inserção do exercício na cultura organizacional do lugar.

Assim, mostre a importância do mecanismo para os colaboradores e incentive-os a adotar o hábito de utilizá-lo;

Simultaneamente, opte pela melhor ferramenta para atender seus objetivos: cada tipo existe para solucionar um problema diferente.

Os tipos de ferramentas de qualidade mais comuns

E aí? Pronto para conhecer as ferramentas de qualidade mais profundamente?

Em primeiro lugar, sobre o histograma:

De forma geral, ele vai te ajudar a verificar a frequência de informações, e assim identificar a maneira que uma amostra foi distribuída.

  • As pessoas também o chamam de Diagrama de Distribuição de Frequências;
  • Use principalmente para perceber a quantidade de mercadorias não-conformes, e a distribuição das medidas de itens específicos;
  • É útil para medir variáveis quantitativas.

Já se tratando do diagrama de Pareto, por outro lado:

  • Use para conhecer a relação de causa e efeito, e assim identificar problemas que podem estar freando o desenvolvimento da empresa;
  • É útil principalmente para encontrar problemas e averiguar os motivos pelos quais algo não está saindo como planejado.

Continuando com o diagrama de Ishikawa:

  • Muito bom para encontrar as causas-raízes de adversidades;
  • As pessoas conhecem a ferramenta como gráfico Espinha de Peixe;
  • Utilize para analisar profundamente a origem de efeitos negativos.

Quanto a carta de controle:

  • Você também pode chamar esse mecanismo de gráfico de controle, e utilizá-lo para
    encontrar mudanças inesperadas durante a execução de um projeto;
  • Para elaborar esse tipo de diagrama, use o desvio padrão de algum processo como base;
  • É possível utilizar características variáveis ou atributos para formar esse tipo de gráfico.

Sobre o fluxograma de processos, no entanto:

  • Use para descrever o passo a passo de algum procedimento;
  • Útil para mostrar visualmente o começo e fim de processos; atividades realizadas durante todo o desenvolvimento; as decisões; quais os documentos básicos, etc.

Em relação ao diagrama de dispersão:

  • Excelente para encontrar a relação de semelhança entre variáveis;
  • Use para averiguar se alguma relação feita durante a execução do procedimento não faz sentido;

Finalmente, a folha de verificação:

  • Listagem de produtos feita para averiguar as condições de produtos e serviços;
  • Em síntese, um checklist em que você pode atestar se tudo foi executado como planejado;
  • Utilize para evitar falhas.

E então? Gostou de conhecer melhor as ferramentas de qualidade das empresas?

Espero sinceramente que sim!

Não esqueça que estamos sempre prontos para te ajudar a seguir na sua jornada empreendedora.

Até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *