Fases de crescimento de uma empresa: Como acontecem?

Fases de crescimento de uma empresa: Como acontecem?

Todo empreendedor deseja ter um ritmo de crescimento satisfatório no momento em que decide abrir uma empresa. Contudo, você deve percorrer um longo caminho antes que isso aconteça: as fases de crescimento de uma organização são os mecanismos que compõem esse cenário.

Como você já deve saber, estabelecer uma cultura com foco em resultado, que garanta um bom faturamento exige estratégias eficientes em cada uma das fases de crescimento do negócio.

Mas antes de qualquer coisa, é fundamental ter em mente que você enfrentará desafios nessa jornada, e que as fases de crescimento da sua empresa precisam ser percebidas de maneira cuidadosa e analítica.

Isso porque cada etapa demanda competências particulares para conseguir ser completada.

Dito isso, que tal ficar por dentro de algumas dicas que podem te ajudar a se orientar nesse processo, e quem sabe encontrar o timing correto para estar à frente dos seus concorrentes?

Quais são as principais fases de crescimento em um negócio?

A saber, existem cinco fases de crescimento principais para que um negócio consiga se desenvolver e produzir lucros.

A primeira dessas fases é conhecida como fase de existência.

De antemão, é válido pontuar que esse é o período inicial da organização, e você vai perceber que existem várias possibilidades do que fazer, e do que tentar aqui.

Ter várias opções é bom, mas não se engane!

Você precisa definir seu objetivo para que possa ter o foco necessário, e assim melhorar suas estratégias.

  • Conheça e perceba seu cliente
  • Avalie se seus produtos são bem recebidos pelo mercado
  • Cuide de toda a parte burocrática necessária
  • Defina o seu orçamento

De maneira idêntica, é importante ressaltar que nessa etapa você não precisa priorizar a contratação de pessoal.

Uma equipe enxuta, mas funcional já é o bastante.

Comece a pensar em uma estratégia de marketing, para conhecer melhor o seu público-alvo, juntamente a todas as particularidades dessas pessoas.

Ou seja, seus anseios, objeções, medos, etc.

Através de campanhas certeiras, você certamente pode melhorar as vendas.

Depois de completar esse ciclo, chega o momento da fase de sobrevivência.

Provavelmente aqui a sua empresa já estará formalizada, e seu público possivelmente deve ter aprovado seus produtos e ideias para o negócio.

Nesse cenário, você já pode pensar em contratar mais gente para te auxiliar, dependendo da quantidade de demanda.

Pense em como pode otimizar seus processos de RH, para que todos os membros da equipe estejam alinhados e trabalhando para o mesmo objetivo.

E depois?

Claro que o crescimento não pode ser estagnado nas etapas descritas acima.

Nesse meio tempo, chega a hora de pensar na identidade da marca, no branding, e em mais formas de melhorar a autoridade da empresa, de forma que o faturamento seja satisfatório.

A terceira fase, nesse ínterim, é o estágio da prosperidade.

Simultaneamente, vai começar a ser viável custear o crescimento futuro do negócio, e até criar sistemas de gerência.

A saber, isso vai permitir que você se afaste um pouco da empresa, sem prejudicar a sua evolução.

Depois disso, vivencia-se o take off, ou decolagem, se tudo tiver dado certo, claro.

Por fim, seu empreendimento se torna uma empresa madura, em que os níveis de lucro são estabilizados.

E aí, gostou de saber mais sobre as fases de crescimento de uma empresa?

Não esqueça que sempre pode contar conosco para tirar as suas dúvidas, e melhorar os seus processos.

Até breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *