Estrutura matricial – Conceito e importância

Estrutura matricial - Conceito e importância

Você há de concordar que na maioria das empresas existe hierarquia entre os membros. É justamente nesse cenário que surge a estrutura matricial.

Isso é normal, uma vez que esse mecanismo organiza as funções que precisam ser realizadas dentro do seu negócio. Dessa forma, é normal que grande parte dos empreendimentos adotem a estrutura matricial.

A saber, estrutura matricial é um molde que foi gerado a partir das normas divisional e funcional.

Só para você saber, essa é outra alternativa dos sistemas híbridos, que é inclusive, muito utilizada por negócios que possuem interesse em projetos.

Então se esse for o seu objetivo, pode investir nisso!

Sobre os modelos funcional e divisional, saiba que são formas de realizar a divisão de departamentos em um empreendimento.

A saber, nesse tipo de estrutura existem gestores, gestores de projetos, consumidores, etc.

A grande questão que fica evidenciada nesse modelo, é que aqui os funcionários têm mais de um gerente.

Estrutura matricial – Principais características

Antes de mais nada, para que fique claro, é muito importante te lembrar que falando do modelo funcional, cada setor possui um gestor responsável.

Porém, quando estamos pensando no molde divisional, existe um gestor por projeto, não necessariamente por setor.

Dessa maneira, a estrutura matricial apareceu como uma forma de tornar o processo todo menos tradicional.

Assim, muitas organizações que surgiram na atualidade estão tendo identificação com esse tipo de divisão.

Isso acontece sobretudo porque através dessa maneira de gerir, o trabalho acontece de maneira mais dinâmica.

Nesse cenário, tudo acontece com menos burocracia, e de forma mais flexível.

O que acontece é que aqui a responsabilidade não fica nas mãos de uma só pessoa, e como os times são multidisciplinares, é fácil aprender e fazer um pouco de tudo.

Como tudo isso funciona?

Uma das características que mais caracteriza esse modelo é que existem equipes múltiplas e diversas envolvidas em um mesmo projeto.

Então o que acontece é que cada gestor pode ter a sua disposição, colaboradores com diferentes atribuições e especialidades.

Vamos combinar que isso facilita a vida, né?

Fica bem mais fácil se comunicar e desenvolver o que precisa ser feito.

E outra coisa…

Os seus funcionários passam a ter dois gerentes do mesmo nível.

Assim, a diferença estará na função que eles vão desempenhar, e também nos assuntos.

Nesse sentido, se você estiver trabalhando dessa maneira, provavelmente concorda que tudo fica mais organizado.

Principalmente porque você terá uma pessoa específica para te liderar sobre temas também específicos.

Quais são as vantagens?

Como muitas empresas atualmente estão focadas em realizar projetos, esse tipo de estrutura acaba sendo bastante vantajosa.

A saber, o principal objetivo desse modelo é tornar os lucros substanciais.

Além disso:

  • É mais rápido decidir por algo, já que existem dois gerentes para tomar as principais decisões.
  • O trabalho fica mais dinâmico, e isso eleva a produtividade do time.
  • Seus funcionários ficam mais motivados.

Por outro lado, falando em desvantagens, posso falar dos conflitos de interesse que pode acabar existindo.

Portanto, é fundamental que os seus gestores trabalhem juntos para transformar sua empresa em uma versão melhor.

E aí, gostou de saber mais sobre a estrutura matricial? Fala para gente!

Conte sempre conosco nos seus desafios.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *