Empreendedorismo feminino – Tendência para permanecer

Na atualidade é cada vez mais comum observar negócios liderados por mulheres mudarem a maneira como as pessoas enxergam o mercado, nesse cenário, o empreendedorismo feminino é uma pauta que precisa ser discutida.

A saber, o empreendedorismo feminino é de maneira geral, a dinâmica que compreende empresas e iniciativas encabeçadas e lideradas por mulheres.

Esse movimento cresce rapidamente, apesar de todas as dificuldades enfrentadas pelas empreendedoras, e transforma completamente o mercado.

Nesse sentido, apesar de ser um homem, estou aqui como grande admirador dessas ilustres figuras, e pretendo falar com base em tudo que diariamente aprendo com elas.

Certamente que nem preciso dizer que mulheres podem estar onde querem estar, e a prova viva disso é que todos os dias, vencem o preconceito e tantas barreiras históricas, e provam sua eficiência nas mais variadas áreas de um negócio, em busca de reconhecimento e igualdade.

Empreendedorismo feminino – Força que cresce

Felizmente o empreendedorismo feminino não é um acontecimento isolado, isto é, cada dia mais as mulheres estão dispostas a se tornarem protagonistas das suas jornadas.

Visto que o primeiro passo para isso foi entrar no mercado de trabalho, hoje elas já estão presentes na política, e também ocupam espaços de liderança dentro de seus próprios negócios.

É fato que os números desses casos ainda não são tão altos como a maioria de nós gostaria, mas precisamos ser otimistas e enxergar beleza também diante desse cenário.

As coisas estão mudando, e vão mudar ainda mais.

Sem dúvidas, elas vão conseguir, e cabe a nós auxiliá-las nesse processo, em especial com igualdade de oportunidades.

Desafios para mulheres empreenderem

Com toda a certeza, não são poucos os desafios que as mulheres enfrentam na vida só por serem mulheres.

Assédio, violência, desigualdade, preconceito…

Contudo, mulheres empreendedoras enfrentam ainda outras dificuldades:

  1. Jornada dupla( ou tripla), em que precisa conciliar os afazeres de casa, o trabalho e os filhos.
  2. Concentrar diversas atribuições ao mesmo tempo, e ter que estar acessível o tempo inteiro.
  3. Maior dificuldade para conseguir crédito para suas empresas, e ainda por cima pagam taxas mais elevadas de juros.

Como começar seu próprio negócio

Mesmo assim, ainda vale muito a pena empreender.

Acredite, o empreendedorismo feminino é uma ótima alternativa para fazer a diferença na vida de outros, e viver o seu sonho.

Contudo, antes que você pense que para fazer isso você tem que ser a supergirl, deixa eu te tranquilizar.

Na verdade, é mais simples do que você imagina.

Antes de tudo, você vai precisar pensar em algo que goste muito de fazer, e que faria até mesmo de graça se não precisasse de dinheiro para pagar as contas.

Depois, pare e reflita se existe algo que você seja muito boa realizando.

Agora é hora de testar, e procurar maneiras de colocar a sua ideia em prática.

Uma boa alternativa é conversar com pessoas, ou até mesmo procurar um sócio para ingressar nessa com você.

Certamente o empreendedorismo feminino veio para ficar, e eu espero que ele continue mudando a vida de muitas mulheres pelo mundo.

Conte com a nossa equipe para te ajudar a transformar a sua vida.

Até mais.

Deixe seu comentário