Economia circular – Entenda o que isso significa

Economia circular - Entenda o que isso significa

Atualmente um tema bastante discutido no mundo empresarial é a economia circular. A princípio, esse é um assunto que traz o debate socioambiental para o âmbito econômico.

Antes de mais nada, saiba que neste artigo, iremos te explicar sobre a economia circular e também dar sugestões de como você pode desenvolvê-la não só em seu negócio, mas em sua comunidade.

A saber, a economia circular explora, por exemplo, a parte de reutilização dos resíduos produzidos pelas atividades operacionais de uma linha de produção.

Primeiramente, para ficar mais claro, pense no seguinte:

Você já ouviu falar nas toneladas de resíduos despejados no lixo que aparecem nos documentários?

Quando falamos nesse tópico, a ideia é justamente aproveitar esses dejetos para iniciar um novo ciclo de produção que irá produzir mais lixo que dará início a um novo ciclo.

Nesse cenário, a principal questão levantada é a sustentabilidade.

Analogamente, trazendo para o lado da matemática, a lógica é bem simples: vivemos em um mundo com recursos limitados, logo temos que pensar em maneiras de reutilizar os resíduos produzidos para que nossas matérias-primas não se esgotem.

Entretanto, não pense que somente as grandes empresas são as responsáveis por mover esse ciclo.

Os consumidores, fornecedores e comerciantes, por exemplo, também integram esse processo.

Exemplos que ilustram a economia circular:

  • Os clientes que podem devolver produtos não utilizados em locais apropriados.
  • Comerciantes que podem instalar locais para devoluções desses produtos e também auxiliarem na conscientização dos seus consumidores.
  • Entidades governamentais que podem auxiliar em campanhas de sustentabilidade e também fiscalizar os estabelecimentos.

Com essas devoluções, produtos que antes seriam descartados podem ser reutilizados por outros consumidores.

Neste cenário, podemos visualizar uma excelente situação ganha-ganha.

Por um lado um consumidor que paga mais barato em um objeto seminovo, do outro o meio ambiente sendo menos poluído.

O Inimigo da Economia Circular

Hoje em dia, o grande inimigo desse modelo, sem dúvida, é o pequeno ciclo de vida dos produtos no mercado.

Dessa forma, vivemos em um mundo em que uma nova tendência é lançada quase diariamente.

Uma consequência disso é a necessidade de estar constantemente trocando de celular, de roupas, carros, etc.

Nessa perspectiva, estar na moda gera, além do custo financeiro, um grande custo ambiental e temos que pensar em alternativas de contornar essa realidade.

Além disso, suas atividades chave giram em torno das seguintes atividades:

  • Reutilização de produtos pelos clientes quando possível.
  • Manutenção das peças para garantir um maior período de uso para os usuários.
  • No ponto de vista industrial, reciclagem de resíduos e dejetos para produção de novos bens de consumos.

Decerto que muitas das alternativas são, na maioria das vezes, bastante caras para grandes empresas implementarem em suas linhas de produção, por exemplo.

Mas vale destacar que o mercado financeiro está valorizando cada vez mais as empresas que desenvolvem essa questão ambiental e, muitas vezes, essa valorização supera os custos da implementação de medidas sustentáveis.

Entretanto, você talvez deve estar pensando que como sua empresa não é muito grande, você pode deixar de lado esse aspecto e ficar de fora desse ciclo.

Isso pode ser um grande erro!

Por isso, cuidado…

Trabalhar de forma que o meio ambiente não seja prejudicado pode ser uma grande vantagem competitiva do seu negócio frente à concorrência.

As pessoas se sentem atraídas pela ideia de que, além de comprar o produto desejado, vão participar estar contribuindo de alguma maneira para que a situação do planeta não piore.

Dito isso, lembre-se de utilizar a economia circular a seu favor e, sempre que precisa, conte conosco na sua jornada.

Até breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *