E-commerce: Conceito, importância e evolução

E-commerce: Conceito, importância e evolução

Hoje existem empresários autônomos que faturam muito dinheiro com seus produtos, porém, desde a antiguidade, em diversos lugares do mundo, a comercialização já era usada para muitos fins. Diante disso, você já parou para analisar a evolução do e-commerce?

A saber, o e-commerce cresce mais a cada dia, e isso acontece graças principalmente a tecnologia e a inovação que temos acesso.

Antes de qualquer coisa, é bom entender que e-commerce é a comercialização de um item em poucas unidades de vendas fracionadas através de um dispositivo móvel ou virtual.

Assim sendo, no mercado varejista, você vai até uma loja escolhe o produto, olha, analisa e leva para casa, certo?

Por certo que isso não acontece quando compramos no meio virtual.

Em um computador, notebook ou celular, por exemplo, você consegue escolher seus itens, comprar, e receber em casa.

Só para ilustrar, essa é a primeira grande revolução.

Desde quando tem o e-commerce existe?

Analogamente, o comércio eletrônico surgiu aproximadamente em 1970 nos Estados Unidos, em troca de arquivos de requisição de pedido entre empresa e empresa.

Conforme você deva imaginar, nessa época a internet não era grande como é hoje.

Assim, através da internet foram viabilizados alguns avanços com uma interface gráfica mais amigável, em que não só texto ou arquivo estavam presentes.

Era possível, por exemplo, ter vitrines e escolher produtos, além de complementar a experiência daquilo que você tem dentro do universo físico.

E-commerce no Brasil

Em contrapartida, no Brasil a história foi um pouco mais recente.

Surpreendentemente , temos registros de que só em 1996 nosso país começou a vender produtos online.

Porém, naquela perspectiva, havia muita desconfiança, e hoje a realidade não é mais essa.

Ou seja, é possível antecipar fraudes, e evitar problemas para o consumidor.

Em síntese, atualmente, o e-commerce é muito mais seguro.

Contudo, ainda enfrentamos desafios no setor que precisam de melhorias, como:

  • Maior profissionalização do setor
  • Melhora da logística das entregas
  • Aumentar o número de usuários online
  • Formas mais facilitadas de pagamento

O que saber antes de ter o seu

Antes de abrir a sua empresa, e vender o seu produto na internet, faça um teste com os seus potenciais consumidores e clientes, assim você corre menos risco da sua mercadoria ou serviços não conseguir compradores.

Da mesma maneira, identifique seus erros e procure solucioná-los, todavia, não deixe que o medo de errar te paralise.

Você precisa ter em mente que erros vão acontecer, e que você vai precisar se levantar e seguir em frente.

Porquanto, adote o ditado: melhor feito do que perfeito para a sua vida!

Óbvio que quando você vai criar um negócio, é necessário entender quais são as etapas que você precisa preencher para que ele seja funcional, entretanto existem muitos aspectos que não são essenciais para que ele exista de fato, e que mesmo assim, as pessoas perdem muito tempo.

Então esteja satisfeito com o funcional, e comece já.

O seu negócio não será o mesmo daqui a dois anos, você certamente vai aprimorar muitos fatores que existem nele.

Por fim, aprenda a delegar funções, e entenda a importância desse parâmetro na criação de uma empresa: seja ela física ou virtual.

Gostou das dicas sobre e-commerce?

Esteja certo que estamos aqui para o que der e vier.

Deixe seu comentário