Domine a arte de falar em público

A oratória é o conjunto de regras que constituem a arte de falar bem, e de ser compreendido pelas outras pessoas. Além do mais, independente de qual seja sua área de atuação, essa é uma habilidade que você deve dominar, visto que ela é fundamental para que você conquiste seus objetivos e concretize seus planos. Por isso, acompanhe aqui dicas imperdíveis que rolaram em uma mentoria surpresa no @alemdafacul.

Você pode até pensar que não precisa tanto assim da oratória, e que falar bem é algo que interessa apenas a pessoas que estão à frente de grandes equipes ou que fazem apresentações e palestras de forma rotineira. Porém, isso não é verdade.

Primeiramente, vou te lembrar da época da escola ou até da faculdade.

Você já passou por algum momento em que as palavras simplesmente fugiram da sua mente? E em entrevistas de emprego? Será mesmo que você não teria se saído melhor se conseguisse expressar suas ideias com mais clareza, ao passo que tivesse conseguido conter o nervosismo?

Nesse sentido, a retórica ou “arte do bem dizer” apresenta sua importância. Por esse ângulo, podemos perder muitas oportunidades se as pessoas não entenderem o que nós efetivamente estivermos dizendo, ou até o que tivermos a intenção de dizer.

Nesse ponto do texto, você pode estar até achando um pouquinho exagerado da minha parte, mas eu tenho provas que não é exagero. Eu tô falando: você precisa mesmo desenvolver a sua oratória.

Você sabia que as pessoas têm mais medo de falar em público do que de morrer? Te juro. Essa foi a resposta de um estudo feito pelo jornal britânico Sunday Times em 2005.

Isso não quer dizer que as pessoas sejam incapazes, que não tenham boas ideias, ou que não nasceram para falar em público, isso não existe.

Na realidade, o que acontece é que muitos desses indivíduos não desenvolveram essa importante habilidade e então não se sentem capazes e aptos de expor seus posicionamentos.

Se esse for o seu caso, não se preocupe, visto que estamos aqui para te dar dicas valiosas para que você desenvolva essa People Skill de ouro, o nosso alecrim dourado, a oratória. ??

1- Pratique os exercícios da Amy Cuddy;

Amy é uma psicóloga de Harvard que estuda o papel que a linguagem corporal desempenha na construção da nossa confiança.

Esse ponto, como você deve imaginar, é bem importante para falar em público. Isso porque estar seguro diante de uma plateia faz toda a diferença.

No seu estudo, Amy instrui seus leitores a quando diante de uma situação em que precisem falar, se posicionar, apresentar algum ponto, adotarem a “postura da Mulher-Maravilha”.

Créditos: O Pensador

Amy denomina essa postura como uma das posições de alta potência, e fazendo pesquisas sobre o assunto, ela descobriu que pessoas que passam algum tempo nessas posições antes de algum processo importante, como falar diante de uma plateia, diminuem consideravelmente seus níveis de estresse.

Tendo em vista a quantidade de benefícios desse exercício, comece já a implementá-lo! Para tal, coloque seus braços em seus quadris, deixe os pés na largura dos ombros e projete seu peito para fora.

Em paralelo a isso, também esteja atento a sua vestimenta, pois ela vai formar a primeira imagem que as pessoas terão de você.

Assim, não vale ir conversar com freiras aposentadas reclusas em um mosteiro, sem camisa e de roupa de banho e esperar que elas escutem seu discurso de bom grado. É preciso estar atento ao contexto do ambiente que você está. Fechado? 🙂

Todos esses elementos, ainda, culminam no clássico: nunca cruze os braços ou coloque as mãos nos bolsos, pois isso pode criar uma barreira com o seu público.

2- Faça os gestos de descarga de energia antes de entrar em cena;

Quando estamos diante de muitas pessoas ou em situações de alta pressão é comum ficar tenso, correto? Entretanto, isso pode te prejudicar na hora de expor suas ideias e acabar te fazendo esquecer alguma coisa importante do seu discurso.

É por isso, então, que antes de entrar em cena é interessante fazer alguns movimentos de descarga. Isso mesmo, você leu certo.

Sabe quando a gente solta bem os braços, alivia os ombros, dá aquela relaxada no pescoço ou mesmo se alonga?

Tudo isso é válido para acalmar e ajudar a entrar no clima 😉

Além desses gestos de descarga, outros exercícios de relaxamento também são válidos. Até mesmo uma oração ou um período de respiração mais profunda.

Além disso, você sempre deve chegar mais cedo e se posicionar no lugar em que você vai falar: pode ter certeza que isso já vai te deixar mais calmo.

Créditos: ENVATO

3- Esteja atento a sua linguagem

Em primeiro lugar, saiba que você só pode desenvolver sua oratória de uma forma: falando. Então se por acaso você tiver vícios de linguagem como a maioria das pessoas, calma, podemos resolver isso.

Agora uma pergunta: quando você está assistindo uma apresentação e alguém começa a ler slides e falar de um jeito super complicado até para ela mesma, como você se sente?

Dá vontade de sair correndo, concorda? rs

Isso acontece porque não se deve usar linguagem rebuscada em uma situação assim. É preciso, por outro lado, encarar a apresentação como uma conversa entre amigos.

Contudo, isso não significa que você pode falar de qualquer maneira.

Nessas situações, a vista disso, é essencial evitar os famosos vícios de linguagem, isso porque eles causam problemas no entendimento e ruídos na comunicação. 

Ou seja, quando acabar de falar, nada de “então é isso”, em? Sim, esse também é um vício de linguagem. 

Além do mais, procure fazer pausas para respirar durante a sua fala. Desse modo, você pode evitar o “éééé” ou “hammmm” no meio do seu discurso.

Créditos: ENVATO

4- Matricule-se no Além da Oratória

Agora que você sabe que uma das premissas essenciais para todas jornadas de sucesso é dominar a oratória, eu posso te apresentar essa belezinha aqui, que é muito mais que um curso de oratória.

Estou falando isso, porque o Além da Oratória possui dicas e técnicas totalmente práticas que vão te ajudar a enfrentar o seu medo de falar em público ou vão te mostrar como se expressar ainda melhor.

Além disso, você aprenderá a ter mais autoconfiança, transmitir credibilidade e demonstrar autoridade quando estiver conversando com alguém.

Nessa lógica, isso é essencial para conseguir os resultados que você almeja, influenciando pessoas e negociando.

Mais do que dicas de respiração, vocabulário e postura, o curso conta com um módulo exclusivo de escutatória.

Nós acreditamos que antes de aprender a falar, é preciso saber ouvir, assim como dizia Rubem Alves.

Além de ser straight to the point, sem enrolação nenhuma, o Vabo vai te passar os melhores exercícios para você praticar em casa, feedbacks, sugestões de vídeos e leituras para você se inspirar com os exemplos que ele segue e muito mais.

Adquira seu curso clicando aqui, e venha se desenvolver com a gente! ?

Compartilha com alguém que você acha que vai curtir também. No instagram do Além da Facul estamos sempre compartilhando conteúdo sobre people skills, liderança, empreendedorismo.

Por: Nathália Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *