Como VENCER a procrastinação

A procrastinação é um problema que afeta grande parte das pessoas em nossos dias. Sabe-se, entretanto, que ao evitá-la, é possível aumentar nossa produtividade sem dedicar muito mais tempo e esforço ao trabalho. Se você sofre com esse problema, mas deseja ser mais produtivo em seus projetos, continue lendo este artigo.

Os procrastinadores entram em pânico quando as tarefas atrasam demais ou quando ficam sem tempo.

Nesse contexto, pessoas que procrastinam se sentem culpadas e podem até mesmo ficar doentes em razão disso.

Por esse motivo, é mais que claro que esse não é um comportamento saudável para o ser humano, e que por mais que todos nós possamos ser um pouco procrastinadores as vezes, é essencial estar atento e não permitir que essa prática se torne um hábito.

Antes de tudo, porém, é importante identificar se você é mesmo um procrastinador.

Eu? Procrastinador?

Existem muitos comportamentos que superficialmente parecem ser de pessoas que procrastinam, mas na realidade não são.

Quando priorizamos nosso tempo ou adiamos alguns planos, por exemplo, não significa que estamos procrastinando.

Suponha que a Maria Júlia trabalhe como professora de inglês em duas escolas, tenha um bebê pequeno e seja palestrante.

Em um dia agitado de trabalho ela anota em sua agenda que precisa dar aula nas duas escolas, corrigir provas, comparecer a uma palestra e comprar fraldas para seu bebê.

Ela acaba não conseguindo corrigir todas as provas, e resolve ir comprar as fraldas no dia seguinte.

Diante do exposto, eu te pergunto: a nossa heroína é uma procrastinadora?

Eu te respondo, não, ela não é! Ela apenas precisou priorizar o seu tempo para realizar as tarefas mais urgentes. 😉

Tendo isso em mente, examine seus hábitos e se questione se realmente está procrastinando ou se está adiando um projeto por um bom motivo.

Em oposição a isso, a procrastinação acontece quando queremos e precisamos concluir um projeto, mas não conseguimos e insistimos em adiá-lo.

Como você procrastina?

Agora que já parou para refletir sobre o tempo que passa adiando seus planos e projetos, que tal pensar por um momento em como você tende a fazer isso?

Nesse cenário, existem frases de procrastinação que evidenciam que estamos prestes a repetir essa conduta.

Sentenças como: “trabalho melhor sob pressão”; “tenho muito tempo para lidar com isso” ou “amanhã eu faço“, precisam sair do seu vocabulário, caso vencer esse gigante seja um objetivo na sua vida.

Além dessas frases, também existem comportamentos que podem servir de alerta.

Muitas pessoas só começam a trabalhar depois que checam todos os emails, ou que fazem um lanche, por exemplo.

Esses indivíduos, sem perceber, adiam o que precisam fazer e perdem porcentagens de tempo consideráveis em tarefas que nem sempre são tão importantes assim.

Diante disso, eu te convido a refletir : quais são as suas técnicas de adiamento preferidas?

Tente resgatar na sua memória as frases que usa para não se envolver em seus projetos e faça uma lista.

1-Primeiro, escreva tudo que tende a adiar: planos no presente, no futuro, no curto e longo prazo.

2-Agora, do mesmo modo que fez anteriormente, coloque na sua lista a maneira como você costuma fazer isso.

Quais são as frases que usa quando está prestes a adiar uma tarefa? O que faz em seguida?

3-Depois de listar essas informações, pense nos motivos que fazem você procrastinar.

Não se preocupe se não conhecer todas as razões que fazem você adiar o que precisa ser feito, podemos te ajudar com isso. 🙂

Créditos: Depositphotos

Por que você procrastina?

Teoricamente, existem cinco motivos principais que fazem alguém procrastinar, eles são: falta de confiança, distrações, esgotamento, bloqueio criativo e o medo.

Quando você é um procrastinador, e conhece o motivo pelo qual repete esse comportamento, fica mais fácil resolver o problema.

Dessa forma, é importante montar um plano de ação e aplicar uma estratégia para cada causa descrita acima.

Por exemplo: se a causa da sua procrastinação for falta de confiança, você precisará substituir os pensamentos negativos de que não é capaz de realizar determinada atividade, por uma mensagem mental positiva.

Ao realizar um projeto, tente assumir para si mesmo que não é perfeito, mas que está se esforçando e que dará o melhor de si, além de que todos cometemos erros.

Assim, seu trabalho não precisa ficar perfeito, uma vez que você certamente fará o melhor que puder. Dessa maneira, não é necessário ter receio em começar.

Diante disso, também é necessário definir metas realistas.

Antes um trabalho feito, do que apenas a vontade de uma produção perfeita. Lembre-se de repetir esse mantra.

Outra dica importante é visualizar o seu sucesso e não se concentrar tanto em cada etapa do processo, pois isso gera perda de tempo e também frustações.

E claro…

Crie um ambiente “antiprocrastinação”

Nesse sentido, tenha um ambiente de trabalho ideal. Isso significa que você precisa organizar sua área de trabalho antes do horário que vai começar a trabalhar.

Além disso, procure fechar a porta ou sentar de costas para as pessoas que passam, dessa forma você não será distraído por elas.

Se trabalhar ou estudar em casa for um problema por causa das distrações, procure outro lugar.

Bibliotecas, cabines de estudo, o que for necessário. E claro que esse é um conselho para tempos pós-pandemia.

Use as distrações como recompensas, sejam elas as redes sociais, séries no Netflix ou até uma conversa no WhatsApp. Pense que pode ter a sua recompensa quando acabar o que precisa fazer.

Ufa! Quanta coisa heim? Esperamos que com essas dicas superar a procrastinação fique mais fácil.

Não esquece que no instagram do Além da Facul estamos sempre compartilhando conteúdo sobre people skills, liderança, empreendedorismo, tá?

Por: Nathália Morais

2 comentários em “Como VENCER a procrastinação”

    1. alemdafacul

      Oi, Daniel! Primeiramente, obrigado pelo seu comentário. E bom… por mais difícil que seja lidar com o TDAH , algumas estratégias podem ser úteis para lidar com essa condição. Nós acreditamos que se a pessoa estiver consciente dos seus pontos fracos e de seus pontos fortes, e se estiver seguindo o seu tratamento de maneira correta (medicação se necessário/psicoterapia), tudo pode ficar menos complicado.
      Algumas técnicas, entretanto, podem ser valiosas:
      1- Pratique exercícios e se alimente de forma correta
      2- Priorize o seu sono
      3- Verifique todos os dias o que você usará e o que deverá ficar guardado. Defina lugares para chaves, contas e outros itens que se perdem facilmente. E jogue fora tudo o que não for necessário!
      4- Use uma agenda
      5- Para evitar o esquecimento, procrastinação e desordem, comuns em adultos com TDAH, faça o que tiver que ser feito na hora, evitando deixar ‘’para depois’’. Tarefas como responder a um e-mail importante, limpar sua bagunça, retornar uma ligação, preparar uma apresentação não podem ficar para ‘’o dia seguinte’’.
      6- Estabeleça um sistema de arquivamento – Use divisores, ou então separe pelo tipo de documento (receitas, contas, fichas de inscrição, etc.). Etiquetar ou colorir seus arquivos também são ótimas estratégias.
      7-Dedique um tempo do seu dia para e-mails – Separe alguns minutos do seu dia para checar seus e-mails, evitando abrir sua caixa de correspondência de 5 em 5 minutos. Responda, arquive ou apague na hora, dependendo do caso.

      Você pode encontrar essas e outras dicas no site da Associação Brasileira do Déficit de Atenção, clicando aqui: https://tdah.org.br/tdah-no-adulto-algumas-estrategias-para-o-dia-a-dia/

Deixe seu comentário