Como INVESTIR seu dinheiro em 2021

Já faz um tempo que iniciar uma vida de investimentos é uma vontade de muitos brasileiros, isso porque quando investimos dinheiro de forma correta e responsável, é possível ter ótimos resultados. Isso posto, caso aplicar seu dinheiro seja uma das suas metas de ano novo, esse texto é para você.

Você já pensou que para investir era preciso ter muito dinheiro? Espero que sua resposta tenha sido negativa, porque isso é um mito.

Atualmente, é possível entrar no mercado financeiro com pouco dinheiro.

Então, não tem desculpa para adiar essa meta, heim?

Dá pra aplicar no tesouro direto com menos de 50 reais, já pensou? Isso é menos que uma ida ao cinema com pipoca, ou uma pizza no final de semana.

Para se preparar para 2021, contudo, é importante lembrar do momento em que estamos vivendo.

Não está sendo nada fácil para ninguém, eu sei, mas com estudo, tranquilidade e cabeça fria, a gente consegue ir longe. Vamos nessa?

O que é que está rolando?

Na hora de pensar em aplicar dinheiro, a maioria das pessoas se preocupa, sobretudo com o desemprego que está rondando o país e que afeta a economia.

Fora esse super problema ainda existe o obstáculo da dívida bruta do Brasil que só cresce.

Para ter uma ideia da gravidade dessa questão, em 2021, a estimativa é que o déficit atinja a marca de quase 100%.

Em razão do COVID, algumas reformas no sistema que poderiam atenuar esse quadro, não foram concluídas.

Além disso, todo esse panorama contribuiu para que os gastos públicos fossem elevados em níveis transcendentes não previstos.

Todo esse dinheiro, nesta conjuntura, foi usado para cobrir o rombo feito pelo desemprego em massa, quebra de empresas e falta de produção.

A vista disso, o que acontece é que: uma hora essa conta precisa fechar, e isso levou a dívida a chegar a quase 100% do PIB.

Esse fator, por conseguinte, aumenta a necessidade de financiamento do setor público e a solução para resolver esse dilema acaba sendo a impressão de dinheiro de forma massiva, o que nem sempre é eficiente.

Por outro lado, como temos uma dívida muito grande, apresentamos uma taxa de juros que cai desde muito tempo.

Assim sendo, diante de tantas variáveis e imersos nesse cenário caótico, o que fazer?

Prepare-se!

Primeiramente, não acredite em ninguém que te entregue previsões exatas do futuro, isso é impossível. No entanto, mesmo que conhecer o futuro não seja possível, estar preparado para ele é perfeitamente razoável 🙂


Diante disso, você estará preparado, dessa maneira, ao passo que tiver uma carteira de investimentos diversificada.

Com esse tipo de carteira os riscos ocasionados pela variação do mercado financeiro tendem a diminuir, e você pode ter mais rentabilidade no médio e longo prazo.

Antes disso, porém, é fundamental gastar um tempo montando a sua reserva de emergência.

Quando somos demitidos, alguém querido fica doente e outros imprevistos acontecem, é importante contar com esse dinheiro.

  • Sua reserva será formada por um valor equivalente a 12 meses do seu custo mensal investidos em uma aplicação conservadora (sem muitos riscos) de alta liquidez (que você possa resgatar quando quiser).
Por exemplo:

Vamos supor que a Ju gaste 3 mil reais por mês e em 2021 decida montar sua reserva de emergência.

Para ter sucesso, ela precisará ter o total de 36 mil reais

(3 multiplicado por 12)

Dessa maneira, ela estará segura por 12 meses caso imprevistos aconteçam. 😉

Vale dizer que a rentabilidade desse tipo de aplicação é baixa, mas esse é o primeiro passo, confia!

Isso posto, o Tesouro Direto, o CDB de algum banco grande ou a conta corrente remunerada de algum banco digital podem ser alternativas de aplicações conservadoras de alta liquidez.

Depois de ter sua reserva pronta, é hora de dar o próximo passo, e começar a montar a sua carteira de investimentos de renda variávelativos que possuem retornos não previsíveis.

Montando sua carteira:

O mercado de renda variável está obtendo muitos adeptos em cenários que até pouco tempo eram povoados por uma maioria conservadora, para a qual, apenas as aplicações de renda fixa tinham espaço.

Esses ativos, diferente do que acontece na renda fixa, são imprevisíveis.

Por isso, a regra de ouro é fazer boas escolhas e revestir-se de conhecimento.

Algumas opções de investimentos em renda variável estão no mercado de:

  • Ações,
  • Contratos futuros
  • Commodities
  • Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs)
  • Exchange Traded Funds (ETFs)
  • COE

Entretanto, a seguir segue uma listinha especial dos nossos ativos queridinhos para você 🙂

Ações e negócios:

O mercado de ações é o meio no qual empresas de capital aberto transacionam partes de seus recursos.

Em grande parte dos casos, as operações de compra e venda desses ativos acontecem em uma bolsa de valores.

Quando você compra uma ação, está, consequentemente, adquirindo pequena parte de uma empresa.

Por isso, ao aplicar nesse ativo, seu pensamento deve ser semelhante ao de alguém prestes a entrar em uma sociedade.

Será que você aceitaria se tornar sócio de um negócio que não tivesse potencial de crescimento, ou que estivesse cheio de dívidas?

Acho que não, certo?

Por esse motivo, é importante estudar o mercado, assim como as empresas que você pretende aplicar seu rico dinheirinho.

Uma boa alternativa, neste âmbito, é investir em um fundo conhecido como BOVA11, que é um ETF (Exchange Traded Fund).

Um fundo negociado em Bolsa, cuja finalidade é replicar o Índice Bovespa.

Você também pode escolher seus próprios ativos se tiver experiência ou contratar um profissional que te auxilie nesse processo.

Real State:

Exposição ao mercado imobiliário através de Fundos imobiliários (FIIS).

Os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII) são ativos constituídos por aplicações do setor imobiliário, que podem ser de dois tipos:  fundos de tijolo e fundos de papel.

Eles são divididos em cotas de valores iguais, e quando você aplica nesse fundo de investimento, você adquire pequenas partes de imóveis, como shoppings e hotéis. Legal, né?

Também é bacana deixar uma graninha em caixa para aproveitar oportunidades que possam surgir, nunca se sabe.

Gostou das dicas? Compartilha com aquele amigo que precisa começar a investir logo! ?

Feliz 2021, e muito sucesso nos seus investimentos 🙂

Não esquece que no instagram do Além da Facul estamos sempre compartilhando conteúdo sobre people skills, liderança, empreendedorismo, tá?

Por: Nathália Morais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *