Centro de custo – Quais são os principais tipos?

Centro de custo - Quais são os principais tipos?

O centro de custo é uma ferramenta super importante para o empreendedor.

Sabemos que gerenciar um negócio é uma tarefa desafiadora. Justamente por isso, é tão necessário que você esteja a par de todos os mecanismos capazes de otimizar seus processos. O centro de custo é uma dessas ferramentas.

A saber, é através do centro de custo que você vai conseguir reunir e organizar os dados que precisa para manter um controle financeiro satisfatório.

Em outras palavras, essa ferramenta de gestão vai separar o seu estabelecimento de acordo com os departamentos ou projetos existentes.

Nesse sentido, cada setor de custo terá responsabilidades específicas, que podem ser operacionais ou financeiras.

Simultaneamente, todos os centros juntos representam o negócio em sua totalidade.

Por qual razão essa prática é tão necessária?

A resposta é simples: controlar financeiramente sua empresa fica mais fácil à medida em que você divide os centros de custos, já que assim conseguirá conhecer mais profundamente cada setor da empresa.

Através dessas informações, conseguirá tomar decisões melhores e agrupar receitas de maneira mais eficiente.

Além disso, se atentar a esse planejamento vai te dar mais controle sobre as frentes da sua empresa, o que potencializa os planos de ação, e consequentemente os resultados.

Ao mesmo tempo que aproveita tantas vantagens, também notará que os setores irão receber mais autonomia para distribuir investimentos, a partir da real necessidade que possuem.

Em síntese, seu controle de gastos será mais efetivo, e tudo isso só trará impactos positivos a sua empresa.

Pense comigo: se suas decisões vão ser embasadas no resultado de cada setor, suas estratégias também podem ser definidas a partir da base de dados encontrada.

Centro de custo é a mesma coisa que centro de resultado?

Embora as ideias sejam semelhantes, a resposta é não!

Existe uma diferença entre esses conceitos, já que no centro de resultado, o líder é responsável por tudo que volta para seu departamento, financeiramente falando.

Isto é, pelo valor que o setor está sendo capaz de produzir em lucros para a empresa.

De maneira geral, você pode enxergar o centro de resultados como o avanço da centralização de custos.

Também vale a pena saber que existem dois tipos de centros de custos:

  • Produtivos: ou diretos. Em suma, são setores que causam impacto direto na produção de lucro.
  • Não produtivos: ou indiretos. São departamentos que não impactam diretamente a geração de lucro de um negócio.

Na hora de escolher a melhor maneira de proceder dentro da sua empresa, você precisará, antes de tudo, identificar os seus centros de custos diretos.

Tendo feito isso, você deve dividi-los de acordo com o tipo de produto, e com as atividades desempenhadas.

Tomara que depois de entender como o centro de custo funciona, fique mais fácil para você se organizar.

Conte conosco para continuar se desenvolvendo.

Até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *