Carteira de clientes – 5 dicas para uma boa gestão

Carteira de clientes – 5 dicas para uma boa gestão

Você sabia que a carteira de clientes é um item valioso para o profissional de vendas e para as empresas?

Portanto, é de extrema importância que você valorize a sua carteira de clientes, e caso não a tenha, comece a montá-la imediatamente.

A carteira de clientes é a base de consumidores com quem a empresa mantém transações comerciais, seja por meio de negócios entre empresas (B2B – Business to Business) ou diretamente com o consumidor final (B2C – Business to Consumer).

Via de regra, toda empresa espera gerar lucro, e para que isso ocorra, ela precisa vender, seja um produto ou um serviço.

Em alguns casos, ambos.

Com o propósito de te ajudar neste processo, listamos algumas dicas para realizar uma boa gestão da sua base de clientes.

Para gerir sua carteira de clientes: entenda o perfil do consumidor

Neste estágio, você precisa entender as principais características do seu consumidor, incluindo gênero, idade, faixa de renda, motivações etc.

Como resultado do entendimento destes e de outros itens, você pode e deve adequar sua estratégia de comunicação, preço, desenvolver outros produtos ou serviços, a fim de captar e fidelizar potenciais clientes.

2 – Entregue mais que o esperado (over delivery)

Se alguém perguntar qual o seu diferencial como vendedor ou do seu negócio, e a sua resposta for a qualidade do atendimento, sinto lhe informar, você não tem diferencial nenhum.

A saber, a qualidade é um item inegociável, uma obrigação.

Assim, busque surpreender seu cliente com algo que ele realmente não espera.

Imagine pedir uma pizza salgada com estimativa de 1 hora para entrega.

Seu pedido é entregue em 30 minutos, e juntamente com ele, você recebe uma pizza brotinho doce como cortesia.

Você se surpreende positivamente, certo?

3 – Prospecção de clientes

Começar a montar sua lista de clientes certamente é o estágio mais difícil deste processo, principalmente se você tem um networking muito restrito.

Geralmente, nesta etapa você começa oferecendo seu produto ou serviço para amigos próximos e familiares.

Além de oferecer seus serviços aos contatos mais próximos, peça indicações de possíveis interessados, e faça o mesmo com esse novo grupo.

Em pouco tempo, você fará negócios com pessoas que não conhecia.

Mesmo que você já tenha uma sólida base de clientes, continue prospectando e não deixe de fazer o que te trouxe até aqui.

4 – Qualidade no pós-venda

Talvez, esta seja a fase mais negligenciada dentro das empresas e por profissionais de vendas.

Para a compra de um produto ou serviço, geralmente o atendimento é bastante ágil, solícito e flexível.

Em contrapartida, para realizar alguma mudança ou cancelamento, você perde horas ao telefone, é transferido por diversas vezes, e ao explicar sua necessidade, se depara com um atendimento totalmente inflexível.

Você certamente já passou por essa situação, não é mesmo?

Entenda a importância da captação de novos clientes, mas saiba que mantê-los, acima de tudo satisfeitos, é tão importante quanto.

5 – Venda valor

Tenho certeza de que ao oferecer o seu serviço, um potencial cliente já o informou sobre menores preços praticados por seus concorrentes.

Sabemos da importância de oferecer preços competitivos, mas, se seu único diferencial é o preço, o cliente que chega por esse motivo, irá embora pela mesma razão.

Em resumo, você deve aumentar a percepção de valor do seu cliente, focar nos benefícios que ele terá, nos seus diferenciais, e assim ele entenderá que o negócio é vantajoso para ele, e é importante que seja.

E então, pronto para colocar nossas dicas em prática e melhorar a gestão da sua carteira de clientes?

Esperamos que sim! Conte sempre conosco em seu processo de desenvolvimento.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *