Canais de vendas – Entenda tudo o que precisa saber

Canais de vendas - Entenda tudo o que precisa saber

Você sabe o que são canais de vendas e por que implementá-los em uma empresa é um passo importante?

Entende qual o momento certo de começar uma estratégia em que canais de vendas apareçam? Não? Tudo bem! Continue lendo e descubra.

Mas antes de tudo, saiba que canais de vendas são segmentos nos quais alguns empreendimentos fazem negócio. Ou seja, são locais, no meio digital ou presencial, em que mercadorias e serviços são comercializados e distribuídos.

No começo da formação de uma empresa, é bem importante identificar quais são as segmentações de mercado para aquele caso.

Afinal de contas, é papel do empreendedor encontrar formas que facilitem a vida dos seus clientes, no sentido de aumentar a visibilidade dos produtos.

Dessa maneira, você precisa saber como seus produtos solucionam os problemas do seu cliente.

Para fazer isso, é primordial que a gestão comercial esteja pautada em canais de venda segmentados em categorias.

Quando começar a utilizar canais de vendas?

Dizer que você deve começar logo não é errado, contudo talvez essa não seja a estratégia mais usual.

Isso porque quase sempre a pressa é inimiga da perfeição, e para realizar um bom trabalho é primordial se planejar e caminhar um passo de cada vez.

Por conseguinte, a primeira atitude precisa ser tomada depois que você criar o seu produto, até porque não faz sentido nenhum vender um serviço que não existe.

Portanto, seja racional e criterioso.

Conheça seu produto, e antes de oferecê-lo às pessoas, certifique-se de que ele tenha sido testado muitas vezes.

Em seguida, não deixe de sempre reavaliar seus serviços, e buscar maneiras de melhorá-lo.

Isso vai te ajudar a lidar com a concorrência, inclusive.

Em paralelo a isso, você conhece as maneiras que uma empresa pode exibir seus serviços ao mercado?

Logo abaixo eu te conto.

Molde de varejo

É através do molde de varejo que os chamados shoppers são apresentados aos produtos de uma empresa.

Só para ilustrar, esse setor existe em duas categorias mais conhecidas:

  • O varejo alimentício: em que as pessoas podem encontrar produtos alimentícios com mais facilidade, como mercados de bairro, supermercados de rede, superlojas e até lojas de conveniência.
  • O varejo de mercadorias: em que os consumidores encontram produtos com descontos, divididos em categorias, com mais especificidade. Aqui entram lojas de departamento, e de serviço, por exemplo.

Contudo, com o avanço do mercado de vendas, surgiu um novo modelo, conhecido como varejo sem loja.

Atualmente diversos negócios aumentaram sua abrangência e mobilidade, devido a criação de outros canais de vendas.

Isso eleva o contato da empresa com os clientes, e acaba aumentando a probabilidade de que uma venda aconteça no final das contas.

Você já ouviu falar de TV shopping, porta à porta e vending machines?

Todas essas são formas de varejo sem loja.

E qual métrica usar para medir o desempenho do meu canal de vendas?

Medir o desempenho do seu canal de vendas é super importante.

Só para você saber, a maior parte dos negócios que não vão para frente, normalmente tinham escolhido errado suas métricas de desempenho.

Nesse sentido, bons indicadores-chave de performance para ficar de olho são:

  1. Visitas ao PDV;
  2. Sell-in e sell-out;
  3. Colocação do produto;
  4. Ruptura na gôndola.

Espero que as dicas sobre canais de vendas tenham sido úteis!

E se quiser se desenvolver com a gente, ficaremos felizes em tê-lo conosco.

Até mais.

Deixe seu comentário