Calcular o 13º salário – Dicas para não se confundir

Calcular o 13º salário - Dicas para não se confundir

De fato muita gente possui dificuldade em calcular o 13º salário.

Esse é o seu caso? A saber, depois que esse valor foi dividido em duas partes, calcular o 13º se tornou um tópico ainda mais complexo para as pessoas.

Decerto que o décimo terceiro salário é uma gratificação garantida por lei a todos os colaboradores que têm carteira assinada, e equivale a 1/12 do salário do funcionário. Se quer saber como calcular o 13º, basta continuar lendo.

Como calcular o 13º?

Primeiramente saiba que você deve pagar a fatura inicial desse pagamento aos seus colaboradores, entre o segundo mês do ano e o último dia útil de novembro.

Em seguida, esteja atento à segunda fração, pois ela precisa ser paga até o final de dezembro.

Assim, seus funcionários devem ter em mãos a remuneração líquida a mais como vantagem, se acaso tiverem prestado serviços para o seu negócio durante todo o ano.

Então, cuidado para não perder o prazo!

Todavia, preciso lembrar para você que essas parcelas não devem ser divididas de maneira igualitária.

  • O adiantamento é a metade do salário do mês antecedente sem abatimentos.
  • A segunda fração é igual à remuneração mensal de dezembro, com abatimento do que seu funcionário recebeu na primeira fração, o IR e INSS.
  • Caso você tenha sido contratado na metade do ano, receberá menos. É provável que você seja gratificado com um 13º proporcional.

13º proporcional – Como calcular

A princípio, para calcular o 13º proporcional,  faça a divisão do seu salário mensal por doze.

Em seguida, pegue o resultado que você encontrar e multiplique pelo número de meses trabalhados até o mês de outubro, uma vez que em novembro a primeira parcela já é paga.

Diante disso, a primeira fração que você vai receber será exatamente a metade do que você encontrar em seus cálculos, sem abatimentos.

Por fim, em relação à segunda fração, você deve dividir o seu salário mensal por doze e multiplicar o valor que encontrar pela contagem de meses que contribuiu com o seu trabalho.

Por conseguinte, você só terá que diminuir o adiantamento e as demais reduções de INSS e imposto de renda.

Contudo, caso os seus colaboradores receberam horas extras, saiba que o décimo também precisa ter acréscimos.

Assim sendo, para calcular esse valor, você precisa somar as horas feitas até o mês 10 e dividir por doze.

Depois é só multiplicar isso pelo valor da hora extra do seu estabelecimento, e então somar ao salário mensal.

Entendeu?

E aí, gostou das dicas rápidas sobre como calcular o 13º salário?

Eu e toda equipe ADF esperamos que sim. Não esqueça que você pode acessar o instagram @alemdafacul e conferir mais dicas sobre o assunto.

E se quiser se desenvolver com a gente, ficaremos honrados em tê-lo conosco.

Até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *