Benefício social – Conceito e importância

Benefício social - Conceito e importância

Hoje vamos tratar sobre um importante tema no ambiente organizacional, o benefício social.

A saber, pode até parecer que esse é um tema de interesse exclusivo do funcionário, mas não é, pois o benefício social é importante também para as estratégias da empresa.

Nesse sentido, o benefício social é o conjunto de auxílios que as empresas oferecem aos funcionários, que compõe a remuneração juntamente com o salário.

Dentre os principais incentivos, podemos destacar:

  • Plano de saúde
  • Plano odontológico
  • Previdência privada
  • Vale-alimentação
  • Vale-refeição
  • Vale-transporte
  • Auxílio educacional

Só para ilustrar, digamos que você receba 2 propostas de emprego.

A “Empresa A” te oferece um salário de R$2.000,00, e como benefício, apenas o vale transporte.

Por outro lado, a “Empresa B” te oferece um salário de R$1.800,00, plano de saúde, vale alimentação e refeição, auxílio educacional e vale transporte.

Diante disso, qual proposta você considera mais atrativa?

No entanto, é claro que você deve levar outros fatores em consideração na tomada de decisão, especialmente o plano de carreira oferecido por cada empresa.

Contudo, financeiramente, a proposta da “Empresa B” tende a ser mais atrativa.

Neste momento, acabamos de abordar uma das principais vantagens dos benefícios para as empresas, a atração e retenção de talentos.

Afinal, ao oferecer uma remuneração composta por um salário adequado e diversos benefícios, a sua empresa tende a ser mais atrativa para os colaboradores.

Com isso, você vai conseguir atrair e manter os melhores colaboradores, além de reduz a taxa de turnover (rotatividade de pessoal).

Tem texto aqui no blog sobre o assunto, se você estiver a fim de entender mais.

Outras vantagens do benefício social para as organizações

Além dos ganhos citados anteriormente, os benefícios são formas de remunerar seu funcionário com menor custo.

Primeiramente, há diversos incentivos fiscais para empresas que oferecem benefícios aos funcionários.

Por exemplo, o custo com plano de saúde e vale-refeição podem ser abatidos do imposto de renda da sua empresa.

Portanto, torna-se mais barato para você como empresário oferecer tais benefícios do que incluir este valor ao salário do colaborador.

Outro relevante impacto financeiro refere-se aos gastos com 13° salário, férias e rescisões.

Só para você saber, todos esses itens são calculados, considerando o salário base do funcionário, e não incluem os benefícios oferecidos.

Aliás, alguns benefícios como vale-refeição e vale-alimentação podem ser suspensos durante o período de férias do funcionário, gerando nova economia.

E quanto ao impacto para os funcionários?

Para os funcionários, também há diversos pontos positivos, caso esse seja o seu caso.

Em razão das vantagens geradas para a empresa,  você passa a receber benefícios que poderiam não ser disponibilizados como salário, entendeu?

Inclusive, dependendo do seu salário, você vai precisar declarar os ganhos obtidos no ano, e muitas vezes, pagar o temido imposto de renda.

Em contrapartida, os benefícios citados são isentos de impostos, e podem fazer com que você fique abaixo da faixa de obrigatoriedade da declaração.

E, mesmo que você tenha que declarar, pela isenção de impostos sobre os benefícios, o valor a ser pago tende a ser menor.

Além das vantagens financeiras, ao oferecer benefícios, a empresa cria um clima organizacional mais favorável.

Ao sentir-se valorizado, além de querer continuar trabalhando na empresa, o colaborador sente-se mais motivado e produz mais.

E você, o que achou do nosso conteúdo sobre benefício social?

E não esqueça, conte sempre conosco em seu processo de desenvolvimento.

Até mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *